12/04/2010 às 09h15min - Atualizada em 12/04/2010 às 09h15min

Polônia homenageia líder morto e demais vítimas

Acidente aéreo no sábado parou o país; cidadãos fizeram 2 minutos de silêncio em memória dos mortos

Foto: AFP
A Polônia fez hoje dois minutos de silêncio em memória do presidente do país, Lech Kaczynski, e das demais vítimas do acidente aéreo ocorrido neste sábado na Rússia

O premiê polobnês, Donald Tusk, e o presidente do Parlamento e chefe de estado interino após a morte de Kaczynski, Bronislaw Komorowski, presidiram um ato em memória dos mortos em frente ao palácio presidencial.

As sirenes de toda a capital polonesa soaram em homenagem às vítimas do desastre aéreo, 96 pessoas ao todo, a maioria membro da cúpula militar, política e econômica do país.

Durante a homenagem às vítimas, até mesmo o trânsito em todo o país parou. Poloneses esperam agora a chegada na primeira hora da tarde dos restos mortais do chefe de Estado.

Tusk e funcionários do gabinete, todos em rigoroso luto, depositaram velas e flores para honrar os mortos. Assim como os governantes, milhares de cidadãos do país faziam o mesmo em frente ao palácio presidencial.

Varsóvia, sob um estado de comoção coletiva que lembra os primeiros momentos após a morte do papa João Paulo II em 2005, prepara-se para receber os restos mortais de Kaczynski.

Segundo fontes do Ministério de Assuntos Exteriores, o avião que repatriará o corpo deve chegar ao aeroporto de Varsóvia entre às 14h e às 15h30 na hora local (9h e 10h30 em Brasília).

Junto dos restos mortais de Kaczynski, também serão repatriados a Varsóvia os corpos do último presidente polonês no exílio, Ryszard Kaczorowski, e do vice-presidente do Parlamento (Sejm), Krzysztof Putra.

Segundo o porta-voz do Executivo, Pawel Grass, a intenção do Governo é expor o corpo de Kaczynski no palácio presidencial para que todos os poloneses possam se despedir.

Fonte: Jovem Pan Online.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »