26/03/2010 às 09h49min - Atualizada em 26/03/2010 às 12h21min

Richa e Requião deixam os cargos na próxima semana

Os governadores e prefeitos, para concorrerem a outros cargos, devem renunciar aos mandatos seis meses antes da eleição

foto: Giuliano Gomes - Agência de Notícias Gazeta do Povo
O governo do estado e a prefeitura de Curitiba terão novos administradores a partir da próxima semana. Isso porque o governador Roberto Requião (PMDB) e o prefeito Beto Richa (PSDB) deixarão os cargos para disputar as eleições de outubro. Orlando Pessuti (PMDB) assume o Palácio das Araucárias (atual sede do governo do estado, durante as reformas do Palácio Iguaçu) e Luciano Ducci (PSB) a prefeitura da capital.

De acordo com a Lei Eleitoral, para concorrerem a outros cargos, o presidente da República, os governadores dos estado e os prefeitos devem renunciar aos respectivos mandatos até seis meses antes da eleição. A data limite é a sexta-feira (2), feriado da Paixão de Cristo. Eles só poderiam permanecer se concorressem à reeleição.

Richa apresentará sua carta de desincompatibilização à Câmara Municipal na terça-feira (30), informou a assessoria da prefeitura. No mesmo dia, em sessão marcada para às 10 horas, Ducci deve prestar juramento como novo prefeito de Curitiba. Richa deixa a prefeitura para disputar o governo do estado.

Já Requião deixará o cargo um dia antes do prazo limite. Ele deverá ser um dos pré-candidatos ao Senado. A posse de Pessuti como governador do estado está marcada para o dia 1º. A cerimônia será realizada no Palácio das Araucárias, logo após a solenidade na Assembleia Legislativa, que ocorrerá às 18 horas.

Pessuti é apontado como um dos pré-candidatos na disputa pelo governo do estado. Já ocupando a cadeira de governador, ele não precisa se afastar para disputar a mesma vaga.

 Fonte: Jornal de Londrina.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »