25/03/2010 às 13h32min - Atualizada em 26/03/2010 às 08h43min

Polícia transfere 6 presos para a CDR

A Polícia Civil realizou a transferência de 6 presos da Delegacia de Uraí para o Centro de Detenção e Ressocialização de Londrina (CDR), na última quarta (24). Um forte esquema de segurança foi montado para a remoção dos presos. Todos os agentes e funcionários da delegacia participaram da operação, além do reforço de policiais de Cornélio Procópio. Duas viaturas foram utilizadas.

A ação para a transferência dos presos foi empenhada devido a superlotação da cadeia da cidade, pela Juíza Ana Cristina Cremonese juntamente com a Vara de Execuções Penais de Londrina (VEP) e com a Presidente do Conselho Comunitário de Segurança Neuzeli Rita Fisher.

Mesmo com a transferência o problema continua. Atualmente a cadeia abriga 38 presos, sendo que apenas 9 são da cidade. A superlotação ocorre devido ao grande número de presos que são mandados de Jataizinho para o nosso município, já que a Delegacia de Uraí é comarca de Jataizinho.

Além de criar condições precárias para os detentos, o trabalho policial fica dificultado, pois o número de policiais não é suficiente para atender a tantos detentos. " A gente está cuidando dos presos de Jataizinho e a nossa cidade está ficando pra trás, porque a gente não tem condição de trabalhar em virtude do pouco pessoal. A cadeia está ficando superlotada porque a maioria dos presos que estão custodiados aqui na nossa cadeia são de Jataizinho" afirmou o Investigador Nelson Pinheiro.

A VEP está estudando os processos da comarca de Uraí para que presos que tenham direito a benefícios possam ser levados para o sistema penitenciário, diminuindo assim a superlotação da cadeia municipal.

Na próxima sexta mais um detento será transferido para Curitiba.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »