22/03/2010 às 09h32min - Atualizada em 22/03/2010 às 09h32min

Júri do casal Nardoni começa na tarde desta 2ª

Julgamento acontecerá no fórum de Santana, na zona norte de São Paulo

Começa na tarde desta segunda feira, às 13 horas, um dos julgamentos mais aguardados dos últimos tempos: de Anna Carolina Jatobá e Alexandre Nardoni, acusados de matar a menina Isabella, de 5 anos, no dia 29 de março de 2008. A criança morreu após cair da janela do sexto andar do edifício London, no apartamento onde morava o pai, na Zona Norte de São Paulo.

Os acusados negam a autoria e garantem que uma terceira pessoa entrou no apartamento onde Isabella estaria sozinha. Segundo Alexandre Nardoni, ele colocou a menina na cama e desceu para a garagem onde estavam a mulher e os outros filhos. O réu revelou que nesse lapso de tempo, alguém entrou no apartamento, esganou a criança, cortou a tela de proteção, jogou a menina pela janela e fugiu.

Mas os peritos não encontraram qualquer vestígio da presença de outra pessoa no local do crime. Ao contrário, vizinhos relataram ter ouvido uma discussão entre os Nardoni momentos antes de Isabella ser jogada. A cronometragem dos passos do casal feita pelo Instituto de Criminalística mostra que não haveria tempo hábil para a versão dada pelos acusados.

Diante desses fatos, o promotor do caso, Francisco Cembranelli, denunciou Alexandre e Ana Carolina por homicídio doloso triplamente qualificado. Falando ao repórter Thiago Samora, Francisco Cembranelli lembrou que, até agora, a defesa do casal coleciona derrotas na Justiça, inclusive no STF. “A acusação segue adiante desde o primeiro momento em que foi proposta e recebida pelo Poder Judiciário. Até o momento, não houve qualquer reparo, nada mudou e a acusação permanece integra”.

Mas Roberto Podval, advogado do casal, disse que o Ministério Público construiu um castelo na areia, com provas cômicas se não fossem trágicas. Podval teme que a Justiça brasileira cometa o maior erro da sua história recente se condenar os réus.

A mãe de Isabella, Ana Carolina Cunha Oliveira, disse que sofreu muito com o ciúme da segunda mulher de Alexandre Nardoni. Ela deverá testemunhar sobre esse problema já que a polícia afirma que esse sentimento de Ana Jatobá foi o motivo do assassinato da menina.

A previsão dos especialistas é que o julgamento seja um dos mais longos dos últimos tempos, com duração de até cinco dias. O júri acontecerá no fórum de Santana, na zona norte de São Paulo. Nesta segunda, deve ir até por volta das 21h, e nos outros dias será retomado às 9h. Por segurança, durante o julgamento a avenida Engenheiro Caetano Álvares, localizada em frente ao fórum, terá uma das faixas interditadas. Foram destacados 23 funcionários do cartório do júri, 12 agentes de fiscalização, 16 oficiais de justiça e três funcionários da administração do fórum. Dois médicos e uma enfermeira também acompanharão o julgamento para prestar atendimento caso alguém do tribunal ou da plateia passe mal.

Para registrar oficialmente tudo o que for dito, também acompanharão os trabalhos três estenotipistas, responsáveis por operar uma máquina de transcrição estenográfica. A estenografia é uma técnica de escrita que utiliza caracteres abreviados especiais, permitindo que se anotem as palavras com a mesma rapidez com que são pronunciadas.

A equipe de apoio ainda será composta por quatro funcionários da copa, responsáveis pelas refeições dos jurados, e por cinco assessores de imprensa.

Das 77 cadeiras da plateia, 20 foram reservadas à imprensa. Ao todo, 50 veículos de comunicação se credenciaram para cobrir o julgamento. Investigação da polícia e laudos da perícia constataram que a menina foi esganada e agredida antes da queda. Para o Ministério Público de São Paulo, não há dúvidas: os responsáveis pela morte da menina são Alexandre e Anna Carolina Jatobá, respectivamente pai e madrasta de Isabella. Ambos negam veementemente o crime.

O comboio policial que transporta Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá deixou a cidade de Tremembé, no interior de São Paulo, no início da manhã desta segunda-feira e o casal, já se encontra no Fórum de Santana.


fonte: Jovem Pan



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »