19/11/2021 às 10h58min - Atualizada em 19/11/2021 às 10h58min

Tamanduá é flagrado passeando pelas ruas da cidade

https://www.campobom.rs.gov.br/pt-br/secretaria-de-meio-ambiente-resgata-tamandua-mirim
Trata-se de um animal que vive nas árvores, com garras longas que usa para escavar e se defender. Não é um predador, se alimenta preferencialmente de formigas e cupins. “Embora não seja ameaçada de extinção o registro de um indivíduo dessa espécie pode ser considerado raro, principalmente em função da perda de habitat, por conta do desmatamento e da presença cada vez maior de ocupações humanas nas áreas de interior”, explica Rosa. “Hoje, entre as maiores ameaças à sobrevivência de animais silvestres, como o tamanduá, estão os cães domésticos, que afugentam e atacam os indivíduos.
“A orientação se caso encontrar um tamanduá por aí é entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente ou com a ONG, para que seja feito o manejo correto. Sem gerar danos ao morador (pessoa) nem ao animal. Sendo necessário, os proprios membros da ONG  vão até o local realizar a análise do bicho e providenciar os cuidados ou encaminhar para atendimento veterinário e logo em seguida para o instituto de Cornélio Procópio que  cuida de animais silvestres”.

CONTATO DA ONG (URAÍ): (43) 99872 - 6740
Link
Notícias Relacionadas »