20/10/2009 às 10h16min - Atualizada em 20/10/2009 às 10h16min

Colégio da Polícia Militar abre inscrições para teste de seleção

Governo do Paraná

Estudantes interessados em ingressar no Colégio da Polícia Militar do Paraná (CPM) têm até 6 de novembro para se inscrever para o teste seletivo. A instituição já divulgou o edital que estabelece as condições para a seleção. São oferecidas vagas para a 5.ª série do ensino fundamental, nos períodos da manhã e da tarde, e para a 1.ª do ensino médio, no período da noite. 

As inscrições podem ser feitas na sede do CPM, na Rua José Ferreira Pinheiro, 349, Portão, em Curitiba, das 13h às 19h. A seleção será realizada em 28 de novembro, no próprio colégio. O resultado do teste vai ser divulgado em 14 de dezembro. O conteúdo programático a ser cobrado no teste está disponível no sitewww.apmf-cpm.com.br. 

Para fazer a inscrição no teste seletivo é preciso apresentar duas fotos 3x4 coloridas e recentes, certidão de nascimento ou carteira de identidade original do aluno, declaração de matrícula do colégio em que está cursando a 4.ª série ou 8.ª série e pagar a taxa de R$ 35 para a Associação de Pais, Mestres e Funcionários do Colégio da Polícia Militar.

Se o candidato for filho de policial ou bombeiro militar é preciso apresentar, além dos documentos exigidos para todos os candidatos, contracheque ou carteira funcional do responsável, ou comprovante judicial ou documento legal que comprove a tutela, para candidato que estiver sob tutela de policial ou bombeiro militar. Esses documentos são imprescindíveis para que o candidato possa concorrer às vagas preferenciais.

O CPM oferece 60 vagas para a 5.ª série (manhã), sendo 40 delas preferenciais para filhos de policiais e bombeiros militares e 20 vagas complementares para filhos de civis. Para a 5.ª série (tarde) são oferecidas 60 vagas, sendo 40 preferenciais para filhos de policiais e bombeiros militares e 20 vagas complementares. Para o 1.º ano são 90 vagas (noite), sendo 60 delas preferenciais para filhos de policiais e bombeiros militares e 30 complementares para filhos de civis.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »