21/12/2018 às 09h31min - Atualizada em 21/12/2018 às 09h31min

Diretor do Campus da UENP é assassinado e autor é Preso na madrugada

Em princípio cogitou-se a possibilidade de ter acontecido um mal súbito, hipótese descartada pela polícia civil.

blog Odair Matias


Na noite desta quinta feira (20)  a Polícia Militar foi acionada para prestar atendimento a uma situação de tentativa de homicídio no interior do Campus da Uenp, às margens da PR 160 em Cornélio Procópio.
No local a polícia encontrou o diretor do Campus, Sr. Sérgio Roberto Ferreira, com vários ferimentos pela cabeça, caído no interior de seu gabinete, com vasto sangramento, ocasionado, possivelmente por arma branca ou objeto de impacto (ferro ou madeira).
Rapidamente foi acionado o Corpo de Bombeiros que prestou atendimento a vítima encaminhando-a para a Santa Casa de Misericórdia, onde não resistiu aos ferimentos vindo a óbito na sequencia. Imediatamente a Força Policial iniciou as investigações e diligências com o objetivo de encontrar o autor do homicídio.  
No início da madrugada de sexta-feira (21), o acusado foi preso em Teodoro Sampaio, no Estado de São Paulo, o professor Laurindo Panucci Filho,  autor do homicídio contra o diretor da Universidade Estadual do Norte do Paraná, Campus Cornélio Procópio, Sérgio Roberto Ferreira. O crime aconteceu no início da noite de quinta-feira,(20) em uma sala do pavilhão da diretoria da entidade.
Laurindo Panucci Filho, foi identificado pela polícia do Estado de São Paulo após passar pela cidade de Presidente Prudente. De acordo como a polícia, Laurindo Panucci Filho confessou o crime, mas não revelou os motivos.
Familiares da vítima informaram que o diretor foi até a universidade para uma reunião com um dos professores, fato este confirmado pelos funcionários da universidade, que viram Laurindo Panucci pelo local.
Na sala onde ocorreu o crime, os policiais encontraram um documento de advertência lavrado pelo diretor em desfavor do acusado. Testemunhas informaram que o autor do homicídio foi visto deixando a universidade por volta das 19h30. Ele teria chegado em sua residência, de onde, bastante nervoso e rapidamente saiu, tomando rumo ignorado levando consigo algumas malas.
Em busca no apartamento do autor, os policiais recolheram um cutelo de cozinheiro, que possivelmente foi a arma usada no crime.

A partir dai, em posse de todas as evidências,  a força policial emitiu um alerta de busca contra o suspeito e graças ao empenho da polícia do Estado de São Paulo, foi possível a prisão do fugitivo.
Laurindo Panucci Filho deverá ser transferido para Cornélio Procópio, onde responderá pelo crime diante de todas as provas recolhidas.
Com informações do Portal Anuncifacil (Enio Trevizani e Reginaldo Tinti).
 
 
Link
Notícias Relacionadas »