25/10/2018 às 07h55min - Atualizada em 25/10/2018 às 07h55min

HISTORIA DE VIDA DE UMA URAIENSE VIRA LIVRO

Folha de Londrina

Celebrando a vida e com fé. Assim se resume o sentimento que hoje vive a farmacêutica Fernanda Elaine Ito Dantas, 41, moradora de Uraí (Norte Pioneiro). Ela completa no final de 2018 um ano da cura de um severo câncer. Para marcar a data, e com solidariedade, ela lança na quinta-feira (25) o livro "Um câncer salvou a minha alma". Com 250 páginas e ao custo de R$ 40, a edição será divulgada oficialmente em cerimônia no Colégio Ecel, a partir das 20h30. O livro também será lançado em Londrina no dia 8 de novembro, nas Livrarias Curitiba
Em Uraí, a cerimônia de lançamento será na quinta-feira (25), no Colégio Ecel, a partir das 20h30; em Londrina, no dia 8 de novembro, nas Livrarias Curitiba 
Metade da renda obtida com a comercialização da obra será revertida para o Hospital do Câncer de Londrina. No livro Dantas dá seu testemunho na batalha contra o câncer, o preconceito que sofre quem tem a doença, fala sobre evangelização, reflexões e direitos de quem é portador do câncer. A descoberta do tumor foi em setembro de 2017. "Trabalhava como farmacêutica estética e comecei a ter problema na língua, que ficava enrolada, e tinha pequenas convulsões. Sem entender a razão disto, procurei a Santa Casa de Uraí, quando fui direcionada para um especialista. O diagnóstico foi de câncer na parte frontal do cérebro", relata. 

A partir daí foi encaminhada para o Hospital do Câncer de Londrina, passando por cirurgia para retirada do tumor dez dias depois, em razão da gravidade do caso. "Fui muito bem recebida e após o procedimento fiquei cinco dias internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) entre vida e a morte, pois tive muita oscilação de pressão durante a cirurgia", relembra. "Quando entrei no Hospital do Câncer pela primeira vez prometi que se sobrevivesse, e sem sequelas, iria escrever um livro para ajudar esta instituição", recorda. 

Fernanda Dantas conseguiu sair do hospital sem qualquer tipo de intercorrências. Depois da cirurgia ainda foram mais 30 sessões de radioterapia, em que afirma não ter sentido nenhum momento de tristeza ou revolta. Neste período perdeu os cabelos. "A partir do momento que fiquei sabendo desse problema sabia que Deus tinha um propósito para minha vida. Quando comecei o tratamento já passei a ajudar o hospital, trazendo cofrinhos para Uraí, recolhendo e levando de volta para Londrina. Também pegando nota fiscal para reverter a renda", elenca a uraiense. 

'NOVA PESSOA' 
Mãe de dois filhos - Pedro Felipe, 23, e Luiza, 14 - ela diz que a notícia da doença foi um baque para a família, porém para ela foi uma forma de "renascer". "Hoje tenho uma nova história de vida. Deus permitiu o câncer para que entrasse no caminho Dele, para que começasse a pensar mais nas pessoas e ajudar. Minha vida mudou completamente e para melhor", cita. "O câncer é uma doença perigosa, mas que tem cura. Precisa 'correr atrás', fazer o tratamento. É amedrontador, mas há como salvar". 

De acordo com Dantas, após esta mudança de vida começou a frequentar a paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Uraí, dois grupos de oração e participou do cursilho (movimento eclesial de evangelização cristã). "Tinha tido outros sinais durante a vida, como acidente, mas não frequentava a igreja. Quando tem Deus se vive na alegria, quando não tem é euforia", destaca. O desejo agora é viver como escritora e pregadora. A intenção é escrever um segundo livro sobre aceitar uma vida junto a Cristo por meio do amor. "O que mais agrada a Jesus é fazer caridade. A oração sem ação é morta", considera. 

"Um câncer salvou a minha alma" foi escrito em dois meses por meio de verba da própria autora e de uma "vaquinha" virtual. A edição foi de uma empresa de Maringá.
Pedro Marconi
Reportagem Local

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

VOCÊ É A FAVOR DA LEGALIZAÇÃO DO PORTE DE ARMAS PARA A POPULAÇÃO?

71.4%
28.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...