15/10/2018 às 09h19min - Atualizada em 15/10/2018 às 09h19min

Caso Danilo - Ministério Público denuncia Policial Militar por homicídio Qualificado em Cornélio Procópio.

Danilo Miguel, 26 anos, baleado por um Policial Militar, na manhã do dia 11 de março, na praça dos Ferroviários em Cornélio Procópio e morreu no dia 13 de junho 2018.

Blog Gildo Alves

Dr. Francisco Ilidio Hernandes Lopes - Promotor de Justiça
O Ministério público denunciou nessa quinta-feira (11), o soldado da Policia Militar (PM) Thiago Santana Pinto, por homicídio qualificado. Segundo os autos, no dia 11 de junho de 2018, a vítima Danilo Miguel de 26 anos foi alvejado por um disparo de arma de fogo na região abdominal durante uma abordagem policial, Danilo foi socorrido, hospitalizado e morreu na santa casa de misericórdia no dia 13 de junho.

Danilo Miguel -
No dia do fato, em entrevista á rádio 104, o porta voz do 18º batalhão da PM, capitão Talhete, disse naquele momento ´´as informações preliminares dão conta que a vítima não teria acatado a abordagem, que ensejo que um dos policias efetuasse o disparo, mas que seria apurado´´.
A polícia civil instaurou inquérito e indiciou o soldado por homicídio qualificado, entendendo que houve impossibilidade a defesa da vítima.
Analisando o inquérito da polícia militar (IPM) e o indiciamento da polícia civil, o ministério público ofereceu a denúncia por homicídio doloso qualificado em desfavor do militar.
Caso a denúncia for aceita, o réu será submetido ao tribunal do júri, se for condenado a pena varia de 12 a 30 anos de reclusão de acordo com o código penal.
 

Link
Notícias Relacionadas »