29/01/2018 às 17h07min - Atualizada em 29/01/2018 às 17h07min

Jovem é executado com 5 tiros em Cornélio Procópio

Anuncifacil

De acordo com o Subtenente Carlos da Polícia Militar de Cornélio Procópio, após ouvirem disparos de arma de fogo por volta das 19h de sábado (27), moradores do Jardim Cristo Rei, encontraram em um terreno ao lado do muro de uma casa, o corpo de um rapaz de 23 anos de idade.

Rapidamente equipes da Polícia Militar, SAMU e SIATE foram acionadas, mas ao chegarem encontraram a vítima, identificada como sendo José Guilherme Pereira, também conhecido com “Cerinha” já sem vida, com cerca de cinco perfurações provocadas por disparos de arma de fogo.

Segundo o Subtenente Carlos a vítima apresentava cinco perfurações distribuídas no crânio, nuca, pescoço e costas provocadas por arma de fogo.

José Guilherme tinha várias passagens registradas na polícia, mas como relataram os familiares, ele havia deixado o mundo do crime e atualmente estava trabalhando em um estabelecimento pertencente a uma grande rede de lojas de departamentos recém-inaugurado no centro da cidade, informou o Subtenente Carlos.

Ainda conforme relato do policial militar, após ouvirem os cinco disparos, os moradores do local disseram ter visto uma pessoa suspeita correndo com um revólver na mão, contudo não souberam precisar as características do indivíduo.

Os socorristas Marcos Mendes e Cinél da equipe do SIATE relataram que encontraram a vítima em uma improvisada viela que liga a Rua Ranulfo Vilela e ao se aproximaram, já perceberam que o rapaz estava sem vida, com uma perfuração na testa e diante do fato, evitaram mover o corpo para não comprometer a cena do crime, somente o cobriram para evitar curiosos, que respeitaram e se mantiveram afastados.

O local foi isolado e após ser constatada a morte do rapaz pelo médico do SAMU, policiais civis, que também foram acionados, realizaram a perícia e na sequencia o corpo foi liberado para encaminhamento ao Instituto Médico Legal de Londrina, informaram os socorristas.

Equipes policiais ainda realizaram buscas pelo bairro a procura de suspeitos, porém ninguém foi encontrado e conforme relato do Subtenente Carlos, a esperança agora que denúncias cheguem a PM para que este crime seja logo solucionado.


Link
Notícias Relacionadas »