21/08/2017 às 13h45min - Atualizada em 21/08/2017 às 13h45min

Polícia civil de maringá captura homem que feriu um e matou outro em açougue

Odiário.com

Uma operação desencadeada por policiais civis da furtos e roubos da 9ªSDP resultou na prisão de Edinaldo Ferreira da Silva, de 48 anos. Naldo foi preso em uma casa no Jardim Império do Sol no início da manhã desta segunda-feira (21) após sair o mandado de prisão preventiva. O comerciante depois de ser algemado levou os policiais até a Avenida Herval em um prédio onde sua camionete Toyota Hilux estava escondida.

O revólver calibre 38 com estojos deflagrados foi apreendido dentro do veículo. Edinaldo foi encaminhado para a sede da Polícia Civil onde assumiu em seu depoimento ter atirado contra dois homens em um açougue no domingo (20) na Avenida Brasil, Maringá Velho. O acusado contou ao delegado Diego Almeida, que entrou no estabelecimento para comprar carne, e que realmente se irritou com a demora no atendimento. 

Naldo ainda disse que dono do açougue após a confusão teria segurado seu seu pescoço, mas nas imagens não mostram agressão física das duas partes. O advogado Israel Batista de Moura, que defende Edinaldo Ferreira da Silva, informou que o cliente dele assumiu os disparos, mas disse que eles foram feitos em direção à assadeira de frango, e não em direção às pessoas que estavam no açougue. 

Após sair do açougue, o suspeito disparou pelo menos seis vezes contra o estabelecimento de dentro de sua camionete. Adelso Donizete Ferraz, de 41 anos, foi atingido por um tiro no peito e morreu no local. Luiz Massaroto, de 61 anos, levou um tiro no braço e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Segundo a polícia, no momento dos disparos havia cerca de 20 pessoas no açougue.

O corpo de Ferraz está sendo velado desde a noite de domingo, na Capela do Prever, em Maringá. Segundo a família, ele deixou sete filhos, sendo cinco menores de idade. O sepultamento está previsto para as 14h desta segunda, no Cemitério Municipal de Maringá. O delegado Diego Almeida autuou Edinaldo pelo crime de homicídio qualificado consumado e um homicídio qualificado tentado. Edinaldo está no setor de carceragem da Polícia Civil.

Nos próximos dias ele poderá ser transferido para a Casa de Custódia.


Link
Notícias Relacionadas »