07/08/2017 às 14h15min - Atualizada em 07/08/2017 às 14h15min

TRAGÉDIA EM RANCHO ALEGRE: LADRÃO TIRA A VIDA DE COMERCIANTE EM TENTATIVA DE ASSALTO

Dep. Jornalismo Milenium Fm

Na noite de domingo (06) de agosto, por volta das 21:00hrs, tentativa de assalto a uma sorveteria na área central de Rancho Alegre acabou deixando uma vitima em óbito. Segundo informações Ari Máximo Pereira proprietário  da sorveteria Ari estava sentado sozinho dentro da sorveteria, assistindo Tv e já se preparava para fechar o comércio,  quando foi surpreendido por um elemento  que deu voz de assalto. Não se tem a confirmação se houve alguma reação por parte da vítima que acabou recebendo um tiro no peito na altura do coração e transpassou pelas costas, levando-o a morte no local .

Segundo algumas pessoas que estavam próximas ao local informaram que, ouviram o barulho de um tiro,  fato  que chamou atenção e em seguida viram dois indivíduos saindo correndo da sorveteria e pegaram um veículo que estava bem retirado e fugiram sentido a PR 443, mas não conseguiram informar sobre as características dos elementos e nem do veículo.

Após a polícia ser avisada do assalto e que havia uma pessoa ferida, enfermeiros e um médico foram até o local para prestar o socorro, mas infelizmente a vítima já se encontrava em óbito.

Diante do acontecimento a PM repassou as informações para as cidades vizinhas que foram em apoio até Rancho Alegre e deslocaram em patrulhamento pela região, sendo localizado um veículo que havia sido furtado uns vinte minutos antes do assalto, abandonado no La Cabaña, que possivelmente poderia ter sido utilizado pelos elementos no assalto e fizeram  um cerco no  local  na tentativa de localizar e prender os assaltantes, mas até o final dessa edição não tiveram êxito em localizar os elementos, o caso esta sendo investigado pela Policia Civil.  

No inicio da madrugada de segunda feira o corpo do comerciante Ari foi encaminhado para o IML de Londrina, a população de Rancho Alegre esta totalmente abalada com o acontecimento e tentando encontrar explicações para o fato, já que de inicio após uma rápida observação da família não deram por falta de nada no comércio. Ary Máximo era uma pessoa popular, muito querido na cidade e na região.


Link
Notícias Relacionadas »