27/10/2016 às 16h01min - Atualizada em 27/10/2016 às 16h01min

Marcado júri popular de jovem que matou esposa para ficar com sogra em Apucarana

massa news

O júri popular de Bruno da Costa, acusado de matar a esposa para manter um relacionamento com a sogra, foi marcado em Apucarana. O tribunal acontecerá no dia 21 de fevereiro de 2017, a partir das 8h30, no Fórum Desembargador Clotário Portugal.

O caso chocou não apenas o município de Apucarana, mas teve repercussão nacional. Bruno da Costa assassinou a esposa Jéssica Carline Ananias, 22 anos, com mais de 20 facadas, dentro da própria residência em maio de 2013.

Ele acabou sendo detido no mesmo dia, confessou o crime e atualmente está na Penitenciária Estadual de Londrina. Bruno vai a júri popular juntamente com a amante Célia Forti, mãe da vítima, acusada de ser a mentora do homicídio.

Os dois tentaram simular um latrocínio para que pudessem ficar juntos. Eles tinham um plano de fugir para Rondônia, mas a filha descobriu o caso extraconjugal e chegou a dar uma surra em Célia, dizendo que nunca permitiria o relacionamento.

Colaboração AN Notícias


Link
Notícias Relacionadas »