20/05/2016 às 10h16min - Atualizada em 20/05/2016 às 10h16min

Menino de 11 anos morre ao dar entrada em hospital de Santa Mariana

anuncifacil

Samuel Gonçalves Abraão, de 11 anos de idade, faleceu na manhã de quinta-feira (19), por volta das 09h30, após dar entrada no Hospital Santa Alice em Santa Mariana (12 KM de Cornélio Procópio), funcionando provisoriamente no atual prédio do Posto de Saúde Central do município.

O menino era aluno da Escola Municipal Gino Delamuta e participava todos os anos de diversas apresentações cívicas. A última delas foi tocando um instrumento na fanfarra da instituição.

Cândido Gonçalves, bisavô do garoto relatou que Samuel passou mal na tarde do último sábado. Ele teria reclamado de fortes dores na cabeça, barriga e pernas. Foi então que a família o levou ao atendimento médico mais próximo.

O menino foi medicado e liberado, segundo familiares.

Ele voltou ao hospital na manhã de quinta-feira reclamando de fortes dores.

“Levamos o meu bisneto ao hospital e quando chegamos lá pediram para que esperássemos nos informando que não havia médico de plantão. Samuel gritava muito. Não tinha como saber o que estava acontecendo. Ele estava em uma maca no corredor do hospital. Logo após os gritos, ele morreu”, contou seu Cândido, muito emocionado.

No velório Ana Paula, mãe da vítima preferiu não gravar entrevista.

Em contato com Mônica Poli, diretora da escola onde Samuel estudava, muitas professoras há muito tempo já vinham percebendo que algo estava errado com o menino. “Era uma criança normal e de bom coração. Ele algumas vezes chegou a se sentir mal aqui na escola. Houve um episódio onde nossa fanfarra se apresentou no Distrito do Panema no meio do ano passado. Samuel nem chegou a se apresentar, pois passou muito mal. Avisamos a família e o levamos para casa. Não estou aqui para julgar ninguém, mas acredito que de repente possa ter faltado uma investigação mais aprofundada em relação a esses sintomas do Samuel”, disse a diretora.

Foi tentado contato com o hospital Santa Alice, mas até o momento não houve nenhuma resposta por parte da unidade de saúde.

O sepultamento de Samuel foi realizado às 17hs no cemitério da cidade. (Redação e foto Henrique Alberini)


Link
Notícias Relacionadas »