19/05/2016 às 16h36min - Atualizada em 19/05/2016 às 16h36min

Grupo pede doações para pagar defesa de suspeitos de participarem de chacina

PORTAL BONDE

Um grupo de policiais militares organizou uma comissão para apoiar colegas presos no último dia 13 em Londrina, suspeitos de participarem da série de assassinatos ocorrida no dia de 30 de janeiro. Na ocasião, 10 pessoas foram mortas e outras 15 ficaram feridas em tiroteios após o assassinato de um PM.

A página nomeada "Militares PMPR" pede colaboração em dinheiro para familiares, amigos e simpatizantes com a categoria a fim de pagar a defesa de cinco militares detidos. O valor dos honorários advocatícios está calculado em R$ 200 mil. "Tal defesa se dará em todas as fases do inquérito policial e da ação penal, em todos os graus possíveis de jurisdição, bem como em eventuais procedimentos administrativos que, porventura, recaírem sobre eles", diz o comunicado.

A comunidade informa que o valor é razoável, dentro das expectativas do mercado. "Convocamos (...) a realizar as contribuições que lhe foram convenientes, na medida da possibilidade de cada um, sempre com intuito de união e demonstração de força moral, a fim de que possamos reparar as lesões das injustiças infligidas em nossos irmãos de farda", finaliza a nota.

A conta para depósito é: CC: 1480-X Ag: 8450-6 Variação: 51, em nome de Jefferson Marcel Braz. Os integrantes da comissão responsável pela iniciativa não quiseram se pronunciar sobre o assunto.


Link
Notícias Relacionadas »