16/05/2016 às 00h00min - Atualizada em 16/05/2016 às 00h00min

18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

http://www.urai.pr.gov.br

A Secretaria Municipal de Assistência Social juntamente com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, CREAS e o Conselho Tutelar, com o apoio da Prefeitura do Município de Uraí, deram início nesta segunda-feira dia 16 de maio à Campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Na ocasião estiveram presentes o Prefeito Sérgio Henrique Pitão e sua esposa Patrícia, o Secretário Municipal de Assistência Social,  Reinaldo Matsuo, a Secretária de Educação, Ariadne, o Presidente do Conselho Municipal da Assistência Social, Antonio Manoel, juntamente com a representante de usuários,  Matilde, com a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente,  Maria Tereza e toda a equipe da assistência social.  

Esta campanha se estenderá até a próxima sexta-feira dia 20 de maio, com ações de conscientização, palestras, divulgação em sites oficiais, rádio, visitas em escolas do município entre outros.  Segundo  Reinaldo Matsuo Kuriki o objetivo desta campanha  é divulgar, educar e conscientizar a população do município de Uraí, sobre a importância de dizer não à Violência, ao Abuso e à Exploração Sexual de crianças e adolescentes”.

A data 18 de maio configura-se na oportunidade de reunir e consolidar ações na perspectiva de prevenir e combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes, que é uma das mais graves violações de direitos humanos e de destruição da dignidade de pessoas em desenvolvimento. Também é uma data que serve para reafirmar a responsabilidade da família, da sociedade e do estado no combate a este tipo de violência.

A data escolhida faz menção há um crime que causou revolta e indignação no país no ano de 1973, quando Araceli Cabrera Sanches Crespo, de oito anos de idade, foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada e morta, tendo o corpo desfigurado por ácido, no dia 18 de maio em uma rua movimentada da cidade de Vitória – ES. O fato chocou também pela impunidade dos acusados e pelo silêncio não só da sociedade capixaba, mas também da família de Araceli diante do crime.

A violência sexual, de acordo com alguns pesquisadores, configura-se como “toda situação na qual um ou mais adultos, do mesmo sexo ou não, utilizam a criança ou o adolescente com a finalidade de obter prazer/satisfação sexual”.

A exploração sexual de crianças e adolescentes “é uma das piores formas de trabalho infantil” segundo a lista tip (lista das piores formas de trabalho infantil). Implica em sérios prejuízos, a curto e longo prazo, para o seu desenvolvimento emocional, cognitivo, interpessoal, comportamental, físico e sexual. Está tipificado no estatuto da criança e do adolescente como crime e, portanto deve ser combatida.

Faça sua parte!! Denuncie!! Salve vidas!!

Entre em contato com:

Creas – Centro de Referência Especializado de Assistência Social, na Rua Rio de Janeiro n° 496 ou pelo Telefone:

(43) 3541 - 2795

Conselho Tutelar - Rua Lino Nardim n° 666 ou pelo Telefone:

(43)3541-3079 ou 9959-1877

Direitos Humanos Disque 100

Polícia Militar Disque 190

Ligue, o atendimento é sigiloso e você não precisa se identificar.


Link
Notícias Relacionadas »