14/04/2016 às 11h52min - Atualizada em 14/04/2016 às 11h52min

Justiça determina prisão de mulher condenada por morte de menino em ritual

Assessoria de Comunicação Ministério Público do Paraná

Com base em entendimento recente do Supremo Tribunal Federal (STF), a 2ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba determinou a prisão de Beatriz Cordeiro Abage, condenada em maio de 2011 a 21 anos e quatro meses de reclusão pela morte de um menino de seis anos. O crime ocorreu em Guaratuba, no Litoral paranaense, em 1992, num ritual de magia.Após o reconhecimento, pelo STF, de que a execução da pena de prisão pode ser cumprida após decisão de segundo grau e que isso não ofende o princípio constitucional da presunção da inocência, o Ministério Público requereu o imediato cumprimento da decisão condenatória, com a expedição de mandado de prisão contra a sentenciada. O mandado ainda não foi cumprido, pois a ré não foi encontrada, sendo considerada foragida.


Link
Notícias Relacionadas »