05/04/2016 às 08h35min - Atualizada em 05/04/2016 às 08h35min

Mulher é detida acusada de agressão e maus tratos a animais na área central de C. Procópio

anuncifacil

De acordo com o SGT Alves da Polícia Militar de Cornélio Procópio, por volta das 15h30 de segunda-feira (4), a PM foi acionada para verificar uma situação de vias de fato próxima a Catedral Cristo Rei, na área central da cidade.

Ao chegarem ao local, os policiais encontraram duas mulheres e logo foram abordados por uma delas, que se identificou como servidora pública.

A mulher relatou ter presenciado um casal de andarilhos maltratando alguns roedores, conhecidos popularmente como “Porquinhos da Índia”.

Os animais estavam em um carrinho de bebê, dentro de uma caixa com vários objetos sobre eles, aparentando terem sidos maltratados, revelou o policial militar.

A servidora pública ainda disse que foi agredida pelo companheiro da mulher no momento que advertia o andarilho quando este maltratava os animais. O homem teria se evadido do local, mas antes teria a ameaçado de morte.

A mulher também tentou se evadir, porém foi segura pela vítima até a chegada da PM, informou o SGT Alves.

Diante do fato, os animais foram apreendidos e as duas mulheres encaminhada à sede da PM para registro da ocorrência.

Na 1ª Companhia da PM, a vítima, de nome Carolina, disse que a princípio pensou que o andarilho brincava com um bicho de pelúcia, mas ao ver o homem apertando os Porquinhos da Índia, que gritavam, se atentou que se  travava de animais vivos.

Carolina ainda afirmou que o homem a empurrou e jogou a carrinho de bebê contra seu corpo no momento que ela o advertia, a ferindo e antes de fugir, o andarilho disse que iria buscar uma faca, a ameaçando morte.

A mulher também teria tentado a agredir usando uma garrafa, afirmou servidora pública.

Silvana, a mulher detida pelos policiais, negou o fato, dizendo que o marido brincava com os animais, inclusive eles estariam sendo bem tratados pelo casal.

Silvana afirmou que apesar de possuir problemas mentais, trabalha e se defendeu da acusação de agressão, dizendo que Caroline a impediu de ir até o mercado, se intrometendo em sua vida e de seu marido, promovendo a confusão.

A PM ainda busca o marido de Silvana e o caso foi registrado como maus tratos a animais, somada a agressão, informou SGT Alves, que finalizou dizendo que os os Porquinhos da Índia foram entregues aos cuidados da servidora pública, que agora busca uma entidade de proteção aos animais.

 


Link
Notícias Relacionadas »