05/04/2016 às 08h31min - Atualizada em 05/04/2016 às 08h31min

Descarte da Merenda em Sertaneja - Vereadora também emite nota de esclarecimento

anuncifacil

Esclarecimento em relação ao primeiro parágrafo da reportagem “Descarte de merenda escolar em Sertaneja vira caso de polícia”, houve erro da redação ao registrar que a vereadora Anete Andrade Frederico de Sertaneja presenciou um carro da prefeitura repassando produtos alimentícios para outro veículo próximo à praça central.

A informação correta é que a Vereadora foi procurada pelo Sr. Ângelo (Jucão), que presenciou o transbordo e queria denunciar o que ele acreditava ser algo irregular.

A vereadora afirma não ver como precipitação e muito menos que a intenção seria a repercussão do fato, como sugerido no texto de esclarecimento pela Prefeitura Municipal de Sertaneja. Pelo contrário, a atitude tomada ao acionar a instituição competente foi para esclarecer os fatos e não fazer prejulgamento.

Para a Vereadora Anete, a mesma agiu corretamente, pois ao ser procurada pelo munícipe, a Vereadora solicitou a autoridade competente, no caso o Comando da Policia Militar local  (para as averiguações necessárias, como exemplo, de quem era o proprietário do veículo placa de Tibagi, quem era o funcionário municipal, de onde era a merenda, se era municipal ou estadual, porque foi feito o transbordo numa sexta-feira à noite, porque estava no veículo pick-up, qual seria o destino do produto, etc) e também para que o munícipe efetivasse a denuncia. Ainda segundo a vereadora, jamais seria omissa se fosse procurada por quem quer que fosse.

Enfim, a situação poderia se complicar muito mais se a Policia Militar não tivesse sido acionada e a situação esclarecida, ai sim, dando margem para muitas interpretações e especulações.


Link
Notícias Relacionadas »