15/03/2016 às 14h49min - Atualizada em 15/03/2016 às 14h49min

Conselho Pleno da OAB mantém suspensão de bacharel condenado por estupro

portal bonde

O Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) manteve a suspensão da inscrição de Lucas Ferreira Ramalho, londrinense condenado por estupro de vulnerável em duas instâncias. O processo foi analisado na última sexta-feira (11), logo após a seção Paraná anunciar a medida contra o bacharel.

"Por unanimidade, os 850 conselheiros, juntamente com o presidente, ratificaram-na. Um ofício já foi enviado para Ramalho, dando ciência da medida. Assim que ele for intimado, terá o prazo para apresentar ampla defesa", explicou o presidente da OAB Paraná, José Augusto Araújo de Noronha. "Já foi aberto o processo disciplinar contra ele, no Tribunal de Ética e Moral, e na Câmara de Seleção".

 

Divulgação
Divulgação

Divulgação



Os dois órgãos vão analisar o caso e emitir decisão dentro de 60 dias. Na prática, o processo de Ramalho poderá ser excluído ou cancelado. Ambos, portanto, anulam o direito de advogar.

Neste domingo (13), o jovem de 25 anos voltou a ser preso, por ordem da 3ª Vara Criminal. Ele está em uma ala separada, na unidade I da Penitenciária Estadual de Londrina (PEL). A OAB-PR disse que não vai se manifestar sobre a prisão.


Link
Notícias Relacionadas »