08/03/2016 às 09h34min - Atualizada em 08/03/2016 às 09h34min

Rio Verde é a primeira cidade do país a ter sinal analógico de TV desligado

O local foi escolhido para implantação do Sistema Brasileiro de TV Digital pelo porte, localização e influência do sinal

portal bonde

O Ministério das Comunicações concluiu nesta terça-feira (1º) o processo de desligamento da transmissão analógica de televisão no município de Rio Verde, em Goiás. Com isso, todas as emissoras que operam em Rio Verde passam a transmitir apenas o sinal digital.

Rio Verde é a cidade-piloto no processo de implantação do Sistema Brasileiro de TV Digital, que deverá se estender a todo o Brasil até o fim de 2018. O município foi escolhido para iniciar a digitalização do sinal de televisão no país por causa do porte do município, que tem 160 mil habitantes, da proximidade da capital federal e pelo fato de o sinal não influenciar outras cidades, o que permite aos técnicos medir os impactos da mudança no restante do país.

Depois do desligamento, a programação das emissoras deixa de ser exibida na cidade pelo sistema analógico, que apresenta qualidade de som e imagem inferiores. Em seu lugar, as geradoras vão continuar transmitindo, por 30 dias, uma cartela fixa informando ao telespectador como proceder para ter acesso ao sinal digital.

Com o desligamento do sinal analógico no município, a frequência de 700 MHz, que já foi leiloada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), começa a ser liberada para a ampliação do serviço de 4G (quarta geração) na região.

O ministro das Comunicações, André Figueiredo, que participou da solenidade de desligamento do sinal em Rio Verde, ratificou que, até 2018, todo o espectro será totalmente disponibilizado para a internet móvel de alta velocidade e enalteceu a integração do setor para o sucesso da iniciativa. "O desligamento foi uma ação conjugada de esforços entre o governo, as emissoras de TV e as empresas de telefonia para promover este momento histórico para o país. Isso proporcionará ainda uma evolução do 4G."

O evento contou ainda com a presença dos presidentes da Agência Nacional de Telecomunicações, João Rezende, da Entidade Administradora da Digitalização, Antonio Martelleto, e da Associação Brasileira de Rádio e TV (Abert), Daniel Slaviero, além de representantes das emissoras de televisão e das operadoras de telefonia.

 


Link
Notícias Relacionadas »