23/11/2015 às 17h18min - Atualizada em 23/11/2015 às 17h18min

Paranaense exporta casas pré-fabricadas para Alemanha

Residências feitas com chapas de compósitos reforçados com fibra de vidro serão usadas para abrigar refugiados sírios em Bremen

- Andréa Bertoldi
http://www.folhaweb.com.br/

A MVC, empresa que atua no desenvolvimento de produtos e soluções em plásticos de engenharia, com sede em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, começou a exportar casas pré-fabricadas que serão utilizadas para abrigar refugiados da Síria na cidade de Bremen, na Alemanha. No dia 16 de novembro foi embarcada, no Aeroporto Afonso Pena, a primeira casa. O imóvel tem 61 metros quadrados e dois quartos. 
Em um primeiro momento, foram encomendadas 40 casas por um consórcio formado por quatro empresas alemãs, que viu na situação dos refugiados uma oportunidade de importar e revender o produto para empresas interessadas em doar moradias ou para os governos locais. Esse primeiro lote de casas tem entrega prevista até o final de fevereiro de 2016. 
O diretor geral da empresa, Gilmar Lima, contou que a MVC participa todos os anos da feira JEC, em Paris, específica deste setor, e foi premiada neste evento com o sistema construtivo. Ele lembrou que um executivo de uma grande empresa visitou a feira e apresentou a MVC para o consórcio alemão. 
Segundo ele, a previsão é comercializar no próximo ano 1,2 mil casas, o que deve render uma receita de R$ 65 milhões para a MVC. Cada kit pré-fabricado custa US$ 14 mil. A ideia, agora, é levar este produto para países como França, Áustria, Hungria e Turquia. 
De acordo com Lima, a empresa desenvolve este tipo de projeto há 12 anos e já exportou para África, em países como Angola e Moçambique, além do Paraguai, Uruguai e Venezuela. Na África, já foram construídos mais de 50 mil metros quadrados em projetos como escolas, casas e até agências bancárias. 


Link
Notícias Relacionadas »