18/08/2015 às 10h17min - Atualizada em 18/08/2015 às 10h17min

MST ocupa fazenda de pesquisa em Londrina

BONDE

Membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam, na tarde desta segunda-feira (17), uma propriedade rural no distrito de Paiquerê, em Londrina. O acampamento começou a ser levantado por volta das 15h, na Fazenda Figueira, cuja dona é a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo (USP).

A mobilização na zona rural de Londrina reúne 1.390 mil famílias que pertencem ao Movimento. Com área de aproximadamente 3,5 alqueires, a Fazenda Figueira recebe pesquisas da USP. 

A assessoria de imprensa do MST confirmou a ocupação, que teria sido motivada por falta de "sinais" de produtividade na fazenda, também conhecida por Mata do Barão, que foi arrendada pela USP, mas não estaria cumprindo com o "papel social". 
 

Willian Eduardo Pereira/Whatsapp

Willian Eduardo Pereira/Whatsapp


A Polícia Militar acompanha a ocupação. Até as 19h30 desta segunda, não havia qualquer registro de confusão ou confronto.


Link
Notícias Relacionadas »