11/08/2015 às 15h47min - Atualizada em 11/08/2015 às 15h47min

Servidores que fizeram chá de bebê em UBS terão que prestar serviço social

Bonde

Depois de analisar a possível irregularidade na realização de um chá de bebê na Unidade Básica de Saúde do Jardim Itapoã, zona sul de Londrina, a Corregedoria do município decidiu que os servidores que participaram da comemoração terão que prestar serviço à comunidade. A transação administrativa precede a instauração de um processo, que só aconteceria caso os 30 servidores punidos recusassem a prestação do serviço. 

De acordo com o corregedor do município, Alexandre Tranin, a análise apontou para uma possível irregularidade. Por este motivo, foi decidido que os servidores envolvidos na realização do chá de bebê oferecerão palestras às escolas públicas do bairro com foco nos adolescentes, cujo tema será planejamento familiar e educação sexual. 

"A análise da corregedoria apontou para duas possibilidades de resolver o problema, sendo elas a instauração do processo e a transação administrativa. Assim, entendemos que colocar os servidores para oferecer serviços à comunidade, ao invés de instaurar o processo, é uma forma de devolver à sociedade o retorno do serviço dentro de um tema extremamente importante para a comunidade local". 

A decisão do tema surgiu a partir da demanda da região, que tem um número considerável de adolescentes grávidas. A administração municipal tem o prazo de um mês para elaborar o planejamento com a dinâmica de trabalho e o cronograma de palestras, que deverão ocorrer fora do expediente. 

"Devemos concluir este planejamento até o dia 8 de setembro, a partir disso, os servidores já iniciam o ciclo de palestras nas escolas", afirmou Tranin. 

A médica para quem o chá de bebê foi realizado não prestará o serviço à comunidade por estar em licença maternidade.


Link
Notícias Relacionadas »