03/08/2015 às 09h28min - Atualizada em 03/08/2015 às 09h28min

Polícia Federal prende José Dirceu na Operação Lava Jato

BONDE

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (3) a 17ª Fase da Operação Lava Jato, batizada de Pixuleco, em alusão ao termo utilizado para nominar a propina recebida em contratos. Um dos presos é o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, condenado no mensalão. Na iminência de ser detido, Dirceu tentou por vezes, na Justiça Federal, habeas corpus preventivo. Todos foram negados. 

Cerca de 200 policiais federais cumprem 40 mandados judiciais, sendo 26 mandados de busca e apreensão, três mandados de prisão preventiva, cinco mandados de prisão temporária e seis mandados de condução coercitiva, em Brasília e nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Foram decretadas ainda, a partir de representação da autoridade policial que preside os inquéritos policiais, medidas de sequestro de imóveis e bloqueio de ativos financeiros. 

Esta fase da operação se concentra no cumprimento de medidas cautelares em relação a pagadores e recebedores de vantagens indevidas oriundas de contratos com o Poder Público, alcançando beneficiários finais e "laranjas" utilizados nas transações. Entre os crimes investigados estão: corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. 

Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba onde permanecerão à disposição do juízo da 13ª Vara da Justiça Federal.


Link
Notícias Relacionadas »