14/07/2015 às 08h40min - Atualizada em 14/07/2015 às 08h40min

PM de C. Procópio prende ladrão de casa antes mesmo da vítima registrar o furto

ANUNCIFÁCIL

Na noite de segunda-feira (13), durante patrulhamento de rotina, uma equipe da Polícia Militar de Cornélio Procópio se deparou com um indivíduo correndo pela Rua Rio de Janeiro, na área central da cidade, meio assustado, olhando para os lados e carregando uma bolsa.

De acordo com o SGT Alves da PM, ao avistar a viatura policial, o meliante jogou a bolsa no quintal de uma residência e tentou se evadir, mas logo foi abordado. Durante revista pessoal no indivíduo, um cidadão se aproximou dos policiais informando o local exato onde ele havia jogado a bolsa.

Enquanto era revistado, o meliante, identificado como Arthur, 19, se descontrolou e tentou investir contra a equipe policial, que foi obrigada a usar de força moderada para contê-lo e algemá-lo. Após o suspeito ser controlado, os PMs foram até o quintal da moradia onde ele havia jogado o objeto e ao fazer a varredura no local, encontraram a bolsa contendo dois notebooks e um pequeno cofre com moedas.

Ao ser indagado, o meliante disse que pegou a bolsa no banco de uma praça, perto de um estabelecimento de ensino, afirmação esta que não convenceu os policiais, que o levaram a para averiguação, relatou o SGT Alves.

Ao chegarem à sede da PM, a equipe policial recebeu uma ligação solicitando sua presença em uma residência no Bairro Vitória Régia, a qual o morador afirmava que sua casa tinha sido invadida, onde um ou mais ladrões entraram forçando o portão elétrico com um pedaço de madeira e arrombaram a porta da frente.

Por telefone os policiais perguntaram o que havia sido levado da residência e o solicitante informou que sentiu falta de vários objetos de valor, entre eles, dois notebooks e um pequeno cofre, exatamente os mesmo objetos apreendidos por eles com o meliante.

Diante do fato, o Arthur, que tem passagens por furto e receptação, recebeu voz de prisão, sendo encaminhado a 11ª SDP e na delegacia, mudou de história, dizendo que adquiriu os computadores e o cofre de um segundo indivíduo, pagando a quantia de R$120,00, mas sua afirmação não teve efeito, sendo ele autuado por furto e resistência.

A PM acredita que apesar de negar crime, Arthur estava com pelo menos mais um comparsa, que estaria com os outros objetos da casa e este meliante esta sendo procurado, afirmou o SGT Carlos.


Link
Notícias Relacionadas »