15/06/2015 às 11h40min - Atualizada em 15/06/2015 às 11h40min

PSTC vence o Toledo e é campeão da Divisão de Acesso do Paranaense

agitacornelio.com.br
AGITA CORNÉLIO

O PSTC é o campeão da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense 2015. O título veio após a vitória por 2 a 0 sobre o Toledo, neste domingo, no Estádio Éxaro Menck, em Sertanópolis. O PSTC já tinha vencido a partida de ida da final, em Toledo, por 1 a 0.

Os gols saíram no primeiro tempo. Aos 24 minutos, Guilherme roubou a bola no meio-campo, arrancou para o ataque e chutou da entrada da área. A bola explodiu no travessão e, no rebote, Afonso abriu o placar, de cabeça. Aos 40 minutos, Rafael recebeu bom passe de Felipe e mandou para as redes, sem chances para o goleiro Fabrício.

No segundo tempo, o PSTC criou novas chances para ampliar o placar, mas parou no goleiro do Toledo. O time do oeste até arriscou, mas não conseguiu mudar o resultado.

É uma alegria muito grande.  Foi muito difícil conquistar o acesso, batalhamos, conseguimos. Agora somos coroados com esse título. O grupo estava focado desde o começo para conquistar isso, e aí está o resultado. Estou muito feliz disse o zagueiro Tayron, capitão do PSTC.

 

O PSTC fecha a competição invicto, com nove vitórias e cinco empates. Além disso, o time teve o artilheiro da competição, Afonso, com oito gols, e o melhor ataque, com 27 gols marcados.

Esta é a primeira vez que o PSTC sobe para a elite do futebol paranaense pela primeira vez. Já o Toledo volta após cair para a Divisão de Acesso no ano passado.

 

Formador de jogadores da Seleção

O PSTC é conhecido por revelar vários jogadores, entre eles atletas da Seleção: Kléberson, Fernandinho, Jadson, Dagoberto e Rafinha. Ao contrário de suas crias, o clube comemora, após 21 anos de criação, a sua primeira conquista relevante no futebol profissional.

O acesso tardio à principal divisão do futebol do Paraná está relacionado aos interesses dos PSTC, que foi criado em 1994 apenas para revelar jogadores em parcerias com clubes profissionais. No entanto, precisou se adequar à Lei Pelé, que obriga a participação de atletas em competições nacionais para que possa ser considerado clube formador.  

Forçado pela lei, a carreira profissional do PSTC começou em 2010 e, dois anos depois, o time conquistou o acesso da terceira para a segunda divisão estadual. Em busca de torcedores, a equipe profissional fez uma parceira em 2013 com o município de Cornélio Procópio (norte do Paraná) e passou a ser chamado de PSTC Procopense. No terceiro ano na divisão de acesso, veio a conquista da vaga para a primeira divisão estadual.

Por causa das reformas no estádio de Cornélio Procópio, o time mandou alguns jogos inclusive o da final em Sertanópolis.

 

globoesporte.globo.com


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »