02/06/2015 às 09h15min - Atualizada em 02/06/2015 às 09h15min

Justiça Eleitoral cancela 4,1 mil títulos em Guarapuava e em Ponta Grossa

Eleitor deve pagar multa de R$ 3,51 por ausência em cada eleição. Para votar nas eleições de 2016, título deve ser regularizado até maio.

g1.globo.com/pr
G1 PR

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) cancelou 2,7 mil títulos eleitorais em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, e 1,4 mil em Guarapuava, na região central do estado. Os documentos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e não justificaram as ausências nas três últimas eleições.

Segundo a Justiça Eleitoral, para regularizar o título, basta comparecer ao Cartório Eleitoral com um documento de identificação pessoal e um comprovante de endereço recente. O eleitor deve pagar uma multa de R$ 3,51 por eleição não comparecida.

Se a situação não for regularizada, o eleitor não poderá votar nas eleições municipais de outubro de 2016. Ele também fica impedido de obter documentos, participar de concursos, inscrever-se em instituições públicas de ensino e fazer financiamentos em bancos públicos. O documento deve ser renovado até 150 dias antes das eleições, ou seja, até o mês de maio de 2016.

O TRE-PR afirma que o eleitor deve aproveitar a ida ao Cartório Eleitoral para fazer o cadastramento biométrico. A renovação é obrigatória para todos os eleitores e é feita por meio das impressões digitais. A atualização começou na quinta-feira (28) nas duas cidades e vai até 30 de setembro deste ano.

Serviço
O Cartório Eleitoral de Ponta Grossa funciona na Rua Saint Hilaire, 187, bairro Oficinas. Já o cartório de 
Guarapuava fica na Rua Brigadeiro Rocha, 1.046, Bairro Trianon. Os dois serviços funcionam das 9h às 18h, de segunda à sexta-feira.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »