05/08/2014 às 13h51min - Atualizada em 05/08/2014 às 13h51min

Homem que matou policiais em Medianeira morre em confronto

http://portalrondon.com.br/32940 // CGN
De acordo com as primeiras informações, Ederson de Paula Teles foi localizado em uma mata nas proximidades de Itaipulândia. Ele resistiu à prisão efetuando disparos contra os policiais que revidaram e o menor foi morto. 
 
O suspeito estava com a arma de um dos policiais mortos. Desde a noite de ontem o acusado se escondia na mata e era procurado por policiais da região oeste que se mobilizaram. 
 
Ederson estava apreendido desde domingo (3) após ter sido flagrado com dois quilos de maconha, porém escapou da delegacia, pouco tempo depois cometeu o duplo homicídio. 
 
Carreata
Policiais e populares realizaram uma carreata pelo centro de Medianeira após a confirmação da morte do assassino. Um vídeo foi gravado e divulgado no Facebook.
Veja abaixo:

 
 
O serviço de inteligência da Polícia Militar descobriu nesta terça-feira (05) que o rapaz que matou dois policiais militares na noite de ontem (04), no Centro de Medianeira, usava nome falso.

Ele não é menor de idade e segundo a polícia mantinha pelo menos três documentos de identidade. Um expedido no Paraná, outro em São Paulo e o terceiro em Santa Catarina.

O homem foi identificado como Kayron Douglas Rodrigues, 22 anos. A polícia descobriu ainda que contra ele havia dois mandados de prisão em aberto. Um expedido pela justiça de Santa Catarina pelo crime de tráfico de drogas e o outro expedido pelo Estado de São Paulo.

Os policiais conseguiram descobrir a falsidade depois que a foto dele repercutiu nas redes sociais. A confirmação do nome verdadeiro foi feito com o auxilio da polícia catarinense.

O rapaz usava o nome de Ederson de Paula Teles. Depois do ocorrido em Medianeira, policiais iniciaram buscas e realizaram uma força tarefa para localizar o suspeito.

Ele morreu ao reagir a uma abordagem da polícia, na área rural perto de Itaipulândia. O corpo foi levado ao IML de Foz do Iguaçu.

Morte dos policiais

A morte dos dois policiais militares comoveu a corporação e a sociedade. Os militares foram mortos durante o plantão deles.

Conforme os levantamentos feitos até o momento, o suspeito roubou a arma de um dos PMs e em seguida efetuou os disparos. Diego Gugel Araújo, 28 anos e Luiz Fonseca, 29, não resistiram aos ferimentos e morreram no local.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »