12/05/2014 às 09h06min - Atualizada em 12/05/2014 às 09h06min

Em Urai Pai acusado de estuprar a filha é condenado a 30 anos.‏

DP Jornalismo Milenium FM

O que pensar de quem deveria educar, zelar e proteger, quando este acaba sendo o agressor, o responsável pelas maiores atrocidades contra a infância de uma criança?

Pois neste mês de maio, a Juíza da Vara Criminal de Uraí,  julgou procedente a denuncia oferecida pelo Ministério Publico e condenou a cumprir uma pena de 30 anos de prisão o acusado  Dirlei da Cruz Lopes (38) anos  que praticou por diversas vezes o crime de estupro contra a própria filha.   

Dirlei  foi preso no dia 24 de Julho/2013 na rodoviária da cidade de São João do Ivai, onde  foi encaminhado para a cidade de Uraí, e ao chegar  confirmou ser culpado da acusação,  ele encontrava-se  foragido,  pois havia  em seu  desfavor um mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça da Comarca de Uraí,  desde o dia 10 de Julho, por ser  acusado  pela  pratica de abuso sexual  contra a própria filha, uma adolescente de apenas 15 anos de idade.

Segundo informações da Policia Civil,  um morador da cidade que teve conhecimento dos fatos,  procurou  a Policia Militar e contou o caso do sofrimento da jovem,  em seguida foi acionado o Conselho Tutelar   e  conduziu a menor   para ser  ouvida perante as autoridades competentes, e após confirmar a denuncia a menor foi encaminhada para  realizar os  procedimentos  cabíveis.

De  posse dos resultados dos exames foi   constatado a veracidade dos fatos, e  baseado nas  provas técnicas e testemunhais  foi expedido o mandado de prisão contra Dirlei,  que passou a ser  acusado de abusar sexualmente  da   filha.

Segundo relatos, a jovem vinha sofrendo desde a idade dos oito anos, onde era molestada e  estuprada,  e  após sete anos de sofrimento e não suportando mais tanta violência, ela  teve a coragem de denunciar o autor da agressão, que era o próprio pai.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »