08/03/2014 às 11h44min - Atualizada em 08/03/2014 às 11h44min

Indivíduo cego com várias passagens policiais, investe contra PMs com barra de ferro durante abordagem

http://anuncifacil.com.br/

Na noite de quinta feira (6), em Cornélio Procópio, após receber uma denúncia anônima, a qual informava que um indivíduo identificado como Tony Lee, 36, estaria em sua residência no Jardim Primavera, em posse de uma pistola, tentando comercializá-la, equipes da Polícia Militar se deslocaram ao local, onde acabaram abordando o indivíduo.

De acordo com o CB Carlos da PM, ao chegarem ao local e darem voz de abordagem ao suspeito, o mesmo investiu contra os policiais, tentando os agredir com uma barra de ferro que ele usa como apoio.

Em virtude da agressão, foi necessário o emprego de força física moderada para imobilizá-lo e ao realizarem a revista pessoal, os PMs encontraram uma chave de fenda esmerilhada, podendo ser utilizada como faca, presa a sua cintura.

Ele ainda teria tentado pegar o objeto, talves para ferir os policiais, sendo impedido pela equipe, informou o CB Carlos.

Preso em flagrante por resistência, agressão, ameaça e porte de arma branca, o rapaz que possui deficiência visual, fato este que não impede de estar envolvido em uma vida criminosa e possuir várias passagens pela polícia, segundo o CB Carlos, Tony Lee foi colocado na viatura, onde passou a danificar com chutes a parte onde ficam os detidos para serem transportados até a delegacia.

Ele foi levado a 11º SDP e na delegacia continuou agressivo, ameaçando os policiais de morte, dizendo que tem um filho e quando este crescer, vai matar os filhos dos PMs, revelou o CB Carlos, afirmando que este cidadão é de extrema periculosidade, apesar de ser cego.

Chorando, Tony Lee afirmou na delegacia, onde ficou detido, que foi agredido injustamente pelos policiais enquanto estava sentado tranquilamente na guia da calçada em frente a sua casa. Ele disse que é cego há cerca de 17 anos devido a um glaucoma e por isso ele não oferece risco a ninguém, chamando os policiais de covardes, dizendo que vai procurar os seus direitos na justiça.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »