18/12/2013 às 13h27min - Atualizada em 18/12/2013 às 13h27min

Dono de pet shop é preso agredir cadela em Apucarana - Assista ao vídeo

anuncifacil.com.br

O dono de um pet shop localizado na Avenida Curitiba, no bairro Barra Funda, em Apucarana, foi preso acusado de prática irregular de cirurgias em animais, manipulação e venda de medicamentos vencidos. Além disso, proprietário e médico veterinário, de 32 anos, é acusado de maus tratos a animais tratados no pet shop.

Um vídeo mostra ele agredido.

Segundo o delegado responsável pelo caso, José Aparecido Jacovós, o proprietário do estabelecimento era investigado há pelo menos dois meses, após a Polícia Civil ter recebido um vídeo em que o homem aparece agredindo uma cadela de oito anos de idade grávida. O vídeo foi registrado por câmeras de segurança do estabelecimento comercial e entregue à polícia em uma denúncia anônima.  

Mais de 30 testemunhas foram ouvidas durante as investigações. Além dos maus tratos, havia relatos da prática de pequenas intervenções cirúrgicas para as quais o acusado não tinha autorização legal. No pet shop, a polícia encontrou diversos medicamentos e ração com validade vencida em 2008, além de remédios cuja venda é permitida, somente, em farmácias de manipulação. As mercadorias foram apreendidas pela Vigilância Sanitária e uma equipe da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (Seab).

Segundo a Polícia Civil, o proprietário do estabelecimento deve responder pelos crimes de venda e exposição irregular de produtos não autorizados e com data de validade vencida e deve ser indiciado pelo crime de maus tratos contra animais. “Também vamos entrar em contato com o Conselho de Medicina Veterinária Regional para que um processo administrativo seja aberto contra o acusado. Ele poderá perder a licença para exercer a profissão”, explicou Jacovós. (Redação Jornal de Londrina)


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »