07/11/2013 às 14h28min - Atualizada em 07/11/2013 às 14h28min

Ferrovias no Paraná: Lideranças do Paraná unem forças sobre novo traçado

Marcia Panfieti - Jornalista

Que as ferrovias são um dos melhores meios de transportes para cargas, não resta dúvida, é uma opinião praticamente unânime. Para incrementar o setor o Governo Federal está com várias frentes de construção de novas ferrovias. Uma delas é a chamada Norte-Sul, que passará pelo Paraná.

Os políticos paranaenses, Senador Sérgio Souza, Dep. André Vargas e Alex Canziani unem forças para que o traçado a ser construído passe também pelo setor produtivo do Estado. Eles defendem que as ferrovias sejam ampliadas como um todo, passando tanto por Guaíra, Cascavel, mas também manter a parte do projeto original, que liga São Paulo até Apucarana, Maringá e outros grandes celeiros produtivos.

Para debater , especialmente o traçado na nova ferrovia será realizado um Seminário, em dezembro, na cidade de Apucarana . A intenção das lideranças é que os dois traçados sejam mantidos, tanto o que ligaria Mato Grosso entrando no Paraná por Guaíra, como o que liga São Paulo até Apucarana. As linhas convergiriam todas para Paranaguá.

O deputado André Vargas (PT/PR) alerta sobre o erro que seria não ampliar o traçado. O fato é que o Norte, Noroeste e mesmo a região central do Estado tem sérios problemas de logística em relação ao escoamento da produção, e também com a chegada de mercadorias. “Temos um sentimento de perda e em certa medida quando você olha o mapa do Paraná, que é o maior produtor de grãos do país, e também essa nossa relação com Paranaguá, também a relação com Araucária pois nossos combustíveis vem de lá, então nós também não estamos falando só de exportação, estamos falando de uma dinâmica econômica”.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »