30/10/2013 às 17h57min - Atualizada em 30/10/2013 às 17h57min

Policial morta que trocou tiros com ladrão agiu corretamente, diz PM

Silvia Sá da Silva estava de folga e voltava de um evento em Maringá. PM diz que policial agiu para defender passageiros de ônibus em risco.

g1.globo.com

O corpo da policial militar Silvia Sá da Silva, de 32 anos, que morreu após trocar tiros com um assaltante, foi enterrado no final da manhã desta segunda-feira (28) em Paranavaí, no noroeste do Paraná. Para o comandante da Polícia Militar (PM), Ademar Carlos Paschoal, mesmo estando de folga, a policial agiu corretamente e seguiu o regulamento da polícia.“Temos que entender que ela não reagiu e sim agiu prontamente para parar uma grave ameaça contra as pessoas que estavam no ônibus. O assaltante era violento e várias pessoas estavam correndo risco de vida. Infelizmente o resultado não foi positivo”, argumenta o comandante.

De acordo com nota oficial da Polícia Militar (PM), a policial estava de folga no sábado (27) e foi para Maringá, na região norte do estado, para participar de um evento junto do filho, de 10 anos, uma prima e uma sobrinha. Ao voltar para casa, o ônibus onde ela estava foi assaltado. Frente a ameaças contra os passageiros, a policial sacou a arma e disparou quatro vezes contra o ladrão. Ele caiu, mas conseguiu atirar seis vezes contra a PM, que morreu na hora.

Segundo o comandante Paschoal, policiais de folga também devem andar armados.  “O policial pode agir quando se deparar com alguma situação de criminalidade”, explicou o comandante. Ele ainda afirmou que Silvia agiu para não deixar a situação se prolongar e por outras vidas em risco.

Prisão de suspeito
A PM prendeu na manhã de domingo (27) um rapaz de 20 anos que é suspeito de participar do assalto ao ônibus metropolitano. De acordo com PM, uma denúncia anônima levou os policiais até a casa dos pais do rapaz em Nova Esperança. À polícia, ele disse que apenas dirigia a moto que os levou até o local do assalto, e, que ao ouvir os disparos no interior do ônibus, fugiu.

Conforme a PM, uma hora antes de realizarem o assalto ao ônibus os dois homens invadiram uma distribuidora de bebidas na cidade e levaram R$ 600. O assaltante morto também praticou outro assalto na tarde de sábado (26), em Nova Esperança. Ele já tinha passagens pela polícia e estava em liberdade desde o dia 6 de setembro, segundo a polícia.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »