29/10/2013 às 17h50min - Atualizada em 29/10/2013 às 17h50min

Atear fogo configura crime ambiental

DP Jornalismo Milenium FM
Na manha desta terça feira (29), uma equipe da Policia Militar do 3º Pelotão de Uraí, formada pelo SD. Lima e SD. Bertolazo, foram solicitados por populares, informando que havia um monte de galhos e entulhos  pegando fogo na rua Lino Nardin área central da cidade.
 Diante da informação a equipe da PM deslocou até o endereço informado para prestar apoio, e depararam com uma cena um tanto absurda,  com certeza quem provocou a situação não imaginou que o ato  inconsequente poderia gerar uma  tragédia. As labaredas estavam altas e ainda no momento  ventava, o  que dificultou o trabalho de alguns moradores que foram apagar o fogo, pois  as chamas poderiam ter  alastrado para o prédio que estava ao lado, sem contar com o volume da fumaça que tampou toda rua e prejudicou a visibilidade dos motoristas e ainda alastrou pela área central da cidade. Além de ser crime ambiental, colocar fogo nos entulhos, galhos, terrenos baldios, a ação também trás prejuízo à saúde das pessoas.
De acordo com as Leis  dos Crimes Ambientais (Lei nº 9.605), de 1998, atear fogo configura crime ambiental e prevê multa que varia entre (500  a 1Mi) e até prisão para o infrator, que varia de três a seis anos.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »