15/08/2013 às 13h06min - Atualizada em 15/08/2013 às 13h06min

Polícia Militar e ONG SPA-Uraí apuram denúncia de maus tratos aos animais

DP Jornalismo Milenium FM

No final da tarde de quarta feira dia 14 de agosto, a Ong SPA-Uraí recebeu uma denúncia, relatando que em um determinado sítio na região da cidade haviam indícios de maus tratos a animais.

Com base nas informações e de posse do endereço,  uma equipe de voluntários da ONG formada por Ana Flávia e Walter, com o apoio da equipe de Plantão da Policia Militar formada pelos Soldados Clebson, Bertolazo e Anderson  deslocaram-se até o endereço informado para averiguar a denúncia.

Chegando ao local,  foi constatado que haviam dois cachorros um macho e uma fêmea, sendo que  cachorra aparentemente da raça Pastor Alemão encontrava-se muito doente, estava praticamente descadeirada com aparência de sarna ou problemas na pele. Já o cachorro aparentemente estava bem, porém ambos estavam sem comida, e presos em local coberto, embora sem casinha adequada para o local, sem ao menos um pano para que pudessem se aquecer, pelo clima frio que apresenta nesta época do ano.

 No local as equipes foram recebidas por um senhor,  vizinho do sitio, que informou que ajudava a cuidar dos animais dando comida, e que na cachorra sempre eram aplicadas injeções, porém sem êxito em obter melhoras.

 Em seguida as equipes deslocaram-se até a casa do proprietário do sítio e dos animais, onde foi devidamente orientado dos seus deveres, e de prestar um melhor atendimento para os seus animais, principalmente que os levasse  a um veterinário para um tratamento correto, que arrumasse um local  adequado, com uma casinha que pudesse abrigá-los do frio.

O  dono concordou com as orientações  e se comprometeu a seguir as determinações que foram apresentadas.  A ONG SPA-Uraí, voltará ao local para acompanhar o tratamento dos animais e também verificar  se todas as recomendações estão sendo seguidas. O caso foi registrado pela Policia Militar do 3º Pelotão de Uraí.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »