05/08/2013 às 16h34min - Atualizada em 05/08/2013 às 16h34min

PM faz grande apreensão de drogas em Cornélio Procópio

Cinco pessoas são presas

http://www.anuncifacil.com.br/

Investigando denúncias que Adimar Januário, 35, morador da Rua Orlando Bini, no Jardim Seminário, estaria traficando drogas na região de Cornélio Procópio e que este receberia um grande carregamento de maconha, a Polícia Militar começou a monitorar o meliante que culminou na prisão dele e mais quatro pessoas.

De acordo com o Sgt. Carlos, a PM recebeu uma informação no dia 31 de agosto dizendo que Adimar iria receber a droga em poucos dias, mas a denúncia não era precisa, restando aos policiais somente o trabalho de monitoramento, porém na noite de domingo (4), uma nova informação chegou ao Comando da Polícia Militar, dizendo com detalhes que o meliante receberia uma grande quantidade de maconha na manhã do dia seguinte e esta viria de Londrina, trazida por dois homens.

Diante disto, uma operação de bloqueio foi organizada na entrada da cidade (BR-369, nos arredores do Jardim Progresso) e por volta das 5h horas da manhã de segunda feira (5), um veículo VW/Gol com placas de Londrina foi abordado com dois ocupantes, sendo eles Ney Francisco de Sales, 40 e Manuel Messias de Lima, 35, ambos moradores da cidade de Londrina.

Dentro do carro a PM encontrou uma bolsa contendo de 10 quilos de maconha. Os ocupantes foram presos em flagrante e tentaram se justificar, dizendo que estavam vindo para Cornélio apenas para passear e logo retornariam para Londrina.

Dando o prosseguimento na operação, as equipes policiais tomaram o carro e seguiram com ele para casa de Adima, que também é conhecido como “Di”, onde foram recepcionados pelo dono da casa que estava acompanhado de Matheus Henrrique Laurindo, 19 e Adriano Junior dos Santos, 21, sendo todos detidos e encaminhados para a 11º SDP, juntamente com os meliantes de Londrina, a droga apreendida, além de uma pequena porção de cocaína, maconha, celulares com ligação entre os indivíduos e uma munição calibre 38 encontrada na casa de Adimar.

Matheus e Adriano disseram que são trabalhadores da construção civil e estavam saindo para trabalhar, mas suas roupas não se pareciam com trajes de pedreiros e segundo a PM, na realidade os dois são colaboradores de Adimar no tráfico de drogas.

No total foram cinco pessoas presas e todos foram autuados no crime de tráfico de drogas e estão à disposição da Justiça.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »