29/05/2013 às 19h20min - Atualizada em 29/05/2013 às 19h20min

Assaltantes abandonam carro com dinamites no trevo de Uraí

DP Jornalismo Milenium FM

Na madrugada desta quarta feira  29 de Maio, por volta das 3:20 horas,  cinco elementos encapuzados usando um FIAT/PALIO, cor prata com placas DGB-4944 de Arujá-SP, fortemente armados, com armas de fogo de grosso calibre, abordaram e renderam dois vigilantes noturno na entrada da cidade de Uraí, levaram os vigilantes e o veiculo de serviço um FIAT/UNO e tomaram rumo sentido a BR 369, e aproximadamente a uns cinco quilômetros  deixaram os  vigilantes amarrados em um matagal, e tomaram rumo ignorado. Por volta das 7:00 horas os vigilantes conseguiram escapar e  retornar, pegaram uma carona    com o ônibus de estudantes do município, e foram na Delegacia de Policia Civil registrar o acontecido.

 Com as informações do ocorrido os policiais Militares e Civis seguiram para o local,  com o intuito  de encontrar alguma pista dos meliantes, e acabaram encontrando o veiculo Uno dos seguranças,  abandonado em uma plantação de milho, mas no seu interior havia uma sacola com seis dinamites.

 Diante do fato o veiculo ficou preservado no local, foi  comunicado  a Policia Técnica e o Esquadrão Antibombas de Curitiba, e no momento em que os policiais  faziam a segurança do local,   por volta das 10:00 horas observaram que o veiculo usado pelos meliantes durante a noite um Fiat/Palio  fez uma conversão brusca em cima da pista e  empreendeu em fuga, imediatamente os policiais saíram em perseguição, tomaram rumo sentido ao Patrimônio do Cedro e entraram em uma estrada vicinal,  abandonaram o veículo  e embrenharam em uma mata. A equipe da Policia Militar e Civil de Uraí que estava no encalço, avisou a rede Policial via COPOM, onde foi montado um cerco policial no local, com o apoio do helicóptero do GRAER  a Tropa de Choque e o Canil de Londrina, também a Policia Militar Florestal, e os Policiais do 18º Batalhão de Cornélio Procópio.

  Por volta das 13:00 horas o Esquadrão Antibombas chegou ao local, fizeram um isolamento com cerca de 500 metros em volta do veículo com as dinamites, para realizarem o trabalho de desarmamento que inclusive usaram roupas especiais, após retirado o produto do painel do veiculo,  detonaram o material em uma área segura,  o veiculo foi passado para a Policia Técnica onde colheram os matérias de identificação dos elementos. Até o fechamento desta edição não tinha ninguém preso, mas os meliantes ainda estavam cercados na mata.

Entrevista Jair, um dos seguranças que ficaram amarrado.

Entrevista Sargento Consulin

 

Entrevista Tenente do Esquadrão Anti-Bombas PM-PR

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »