14/04/2013 às 08h35min - Atualizada em 14/04/2013 às 08h35min

Preso Delegado-Chefe Valdir Abrahão nesta terça-feira (09) em Apucarana

www.annoticias.com.br/

 

A Polícia Civil de Apucarana está vivendo o seu pior momento de sua história em Apucarana. Com as prisões decretas e o afastamento do Delegado-Chefe Valdir Abrahão nesta terça-feira (09) em Apucarana, o clima ficou tenso entre Gaeco e Policiais Civis na 17ºSDP de Apucarana.

Segundo o promotor Claudio Esteves do Gaeco-PR os policiais de Apucarana, já estavam sendo investigados há mais de seis meses. Filmagens e escutas telefônicas já eram praticadas pelo Gaeco, e nesta terça-feira o Superintendente Edson Sanches foi preso por tráfico de drogas, pois dentro de sua sala havia grande quantidade de drogas que foram apreendidas pelos policiais do Gaeco.

O Delegado Valdir Abrahão foi encontrado na madrugada desta terça-feira em sua chácara na cidade de Cambé, o mesmo teve sua prisão preventiva negada pela Justiça, porém o mesmo foi afastado de suas funções e poderá não voltar ao comando da Polícia Civil de Apucarana.

O Delegado Operacional Ricardo Casanova fica a frente da DP no momento, mas já adiantou que vai pedir transferência de Apucarana imediatamente. O outro investigador Vanderlei de Moraes também foi preso nesta terça-feira pelo envolvimento no recebimento de propinas.

Empresários Piratas

Vários empresários donos de grandes facções de Apucarana foram presos e serão encaminhados para a PEL 2 de Londrina, local onde se encontra o ex-presidente da Câmara de Apucarana Alcides Ramos JR, preso pela Justiça de Apucarana.

O Gaeco informou que o dinheiro pago pelos empresários aos policiais era de grande montante. Vinte e três pessoas foram presas pelo Gaeco na manhã de hoje (09) em Apucarana. Os nomes dos empresários presos por pirataria, sonegação de impostos, formação de quadrilha ainda não foram divulgados.

Mercadorias, computadores, dinheiro, armas, drogas, documentos foram apreendidos em Apucarana. O Gaeco do PR acredita que a capital da Pirataria no Estado e que sá no Brasil é infelizmente a cidade de Apucarana, adiantou o promotor do Gaeco Claudio Esteves.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »