25/09/2012 às 11h01min - Atualizada em 25/09/2012 às 11h01min

Volkswagen Fusca volta ao Brasil custando quatro vezes mais

Nova geração do Beetle chega em outubro com motor turbo de 200 cv

r7.com

A Volkswagen confirmou na noite desta segunda-feira os rumores de que a nova geração do Beetle será vendida no Brasil com o nome de Fusca. O modelo foi apresentado à imprensa em um evento fechado em São Paulo, onde a marca também confirmou a versão que será vendida aqui a partir de outubro. O Fusca será oferecido com um motor 2.0 turbo associado a um câmbio automatizado de seis marchas e dupla embreagem - o conjunto é o mesmo que equipa a família Passat e o Jetta TSI à venda no País.

O preço, ainda não confirmado oficialmente, também estará mais para sedã de luxo do que para popular: R$ 90 mil, ou quase quatro vezes mais do que o cobrado (em valores atualizados) pelo último Fusca fabricado no Brasil, em 1996. O desempenho acompanha o preço repaginado; Segundo a fábrica o hatch pode acelerar de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos, chegando à velocidade máxima de 210 km/h.

O resgate do nome se deu após a matriz da Volkswagen na Alemanha dar carta branca à suas filiais para que adotassem o nome regional do popular em cada mercado onde ele foi vendido. Na França o modelo será vendido como Coccinelle, enquanto na Itália ele é o Maggiolino. Contudo, o proprietário do modelo pode optar por não estampar o nome Fusca na carroceria, substituindo-o pelo logotipo Turbo.

Fusca2

Fusca2


Modelo entra na onda retrô e assume o famoso nome, mas logotipo será opcional (Crédito: Divulgação)

Construído sobre a mesma plataforma dos novos Volkswagen Golf e Audi A3, o Fusca será apresentado ao público pela primeira vez no Salão do Automóvel de São Paulo. Na ocasião a marca deve confirmar a venda da série especial Fender Edition, que homenageia a famosa fabricante de guitarras e traz diferenciais no visual e no sistema de som, mais potente.

As diferenças visuais do Fusca para o New Beetle são sutis para quem observa os dois modelos rapidamente, porém são mais profundas do que aparentam. Além da mudança de plataforma o modelo ficou com o teto mais baixo e ganhou linhas mais retilíneas, deixando o Fusca com um ar mais masculino, afastando o estigma de "carro de mulher" que marcou o New Beetle.

Veja como ficou o novo Fusca e compare o modelo com o New Beetle:

Por dentro o Fusca mantém a boa qualidade de acabamento presente na geração anterior e ganhou mais espaço interno. Contudo o aumento não solucionou o aperto para quem se senta no acanhado banco traseiro, capaz de comportar dois adultos de 1,75 m que não sofram muito de claustrofobia - com a linha de cintura mais alta, o modelo ficou com a área envidraçada menor.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »