17/09/2012 às 08h59min - Atualizada em 17/09/2012 às 08h59min

Mascote da Copa

fantástico.globo.com

 

Ele é chamado pelos cientistas de tolypeutes tricinctus, mas, no interior do Brasil, é o tatu bola! E o nosso tatu bola agora é personalidade mundial - foi escolhido pela Fifa para ser o mascote da copa do mundo de 2014.

 

O craque Ronaldo apresentou o simpático mascote e chamou os internautas para participarem.

Vamos ver os nomes que a Fifa escolheu para que você, de casa, batize o nosso tatu bola.

Primeiro nome: Amijubi. A Fifa explica que quis juntar duas palavras bem representativas para uma Copa do Mundo: amizade, daí o ami; e júbilo, daí o jubi.

Segundo nome: Fuleco. Aí a Fifa quis relacionar o futebol com a ecologia. Diz que o futuro do planeta é uma das preocupações da Copa.

E, por fim, o terceiro nome: Zuzeco. O zu vem da palavra azul, da nossa bandeira. Tem a ver, segundo a Fifa, com o espírito alegre e amistoso do brasileiro.

Amijubi, Fuleco ou Zuzeco? Vote aqui!

 

 

E ele já está percorrendo as sedes. Com tema musical e tudo a que tem direito.

Formato, redondo. Só existe no país do futebol, o país do penta. Mas não é para ser chutado, muito pelo contrário.

Modo bola. Modo tatu. É ele quem decide. O Bolinha é o nome do tatu bola que vive há 12 anos no Jardim Zoológico do Rio.

“Ele está ameaçado de extinção e a gente nota que na natureza a gente quase não observa mais”, diz o biólogo Rodrigo de Cerqueira.

O tatu bola não cava buraco. É inquilino de tocas abandonadas. Vira bola para se proteger dos predadores, mas não consegue driblar a caça indiscriminada.

“Ele é, para nós, um porta-voz da situação alarmante que a caatinga passa”, declara Rodrigo Castro. O biólogo Rodrigo Castro é da organização não-governamental de onde surgiu a ideia.

“Por que a gente não propõe o mascote? Não sabíamos como. Então, lançamos uma campanha pra mascote o tatu bola nas redes sociais da Associação Caatinga e isso tomou um corpo, um tamanho que a gente não esperava”, conta Rodrigo.

A Fifa curtiu e oficializou o tatu bola. O primeiro mascote dos mundiais foi o leãozinho Willie, da Copa da Inglaterra, em 66. Ao longo desses anos, mascotes enfrentaram perigos em outros mundos, como antes da Copa da Ásia, em 2002. Pousavam nas prateleiras das lojas ao som das máquinas registradoras. Mascotes vendem, dançam, todos dançam. Cumprem muitos compromissos de marketing. E

Tatu bola, copa do mundo, redondo, fenômeno. Perdoe Ronaldo, mas a comparação é inevitável. “Vai, como certeza, mas eu vou mudar essa historia, já estou mudando, vou fazer uma dieta forte e não vou mais sofrer com essas piadas”, conta Ronaldo, membro do Comitê Organizador da Copa 2014.

Estarão entre as maiores atrações do Mundial no Brasil: o Fenômeno, fininho, e o tatu, redondinho. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »