12/03/2012 às 15h00min - Atualizada em 12/03/2012 às 15h09min

Ladrão acusado de matar PM em Ubiratã é morto em confronto

Ubiratão - PR

www.odiario.com.br

 

Um policial militar (PM) morreu e outro ficou ferido após trocarem tiros com ladrões que haviam roubado uma residência em Ubiratã (a 185 km de Maringá), por volta das 6h deste domingo (11). Após a morte do PM, uma grande operação foi montada, com a utilização de um helicóptero e praças de toda a região. Um dos bandidos morreu em tiroteio e um suspeito foi preso. Um dos criminosos baleou uma pessoa durante a fuga e está foragido.

Conforme a PM de Ubiratã, na madrugada de domingo os ladrões invadiram uma casa na Rua Hernesto Novais de Souza e renderam a moradora e a neta. Eles arrombaram um cofre, onde a mulher guardava o dinheiro de seu supermercado, a Casa Vencedora, que fica ao lado da residência.

Os ladrões fugiram a pé e nas proximidades de um campo da AABB, quase na zona rural de Ubiratã, eles encontraram policiais militares que estavam se deslocando até o mercado, para fazer atendimento do roubo.

Os ladrões se dividiram e começaram a trocar tiros com os policiais. O soldado Daniel Leles de Oliveira, de 26 anos, morreu após ser baleado na testa. O companheiro dele, soldado Cícero Cleiton, foi baleado no ombro.

Mesmo ferido, o policial conseguiu dirigir a viatura e buscar apoio. Policiais de toda região, com apoio de um helicóptero, montaram uma grande operação para localizar os bandidos.

Bandido morre

Por volta das 7h30, os policiais conseguiram encontrar uma motocicleta abandonada, com o motor ainda quente, em uma estrada rural de Ubiratã. Em busca pela mata, eles encontraram um homem escondido.

Conforme a PM, este teria apontado a arma contra os policiais e atirado, fazendo com que os policiais revidassem. Gilson Vargas, de 19 anos, morreu após ser baleado pelos policiais. Junto ao corpo foi encontrado um revólver de calibre 38. O jovem tinha passagem pela polícia por roubo.

Vítimas baleadas

Conforme o relato da PM, assim que entraram em confronto com os policiais, dois ladrões teriam roubado o carro uma família de Ubiratã. "Eles diziam que teriam que fugir, pois a polícia estava atrás deles", disse à vítima.

Diante da resistência de um dos filhos do proprietário, os bandidos o balearam no pé e fugiram com o Voyage cor azul, (placa ACX 2028) da família, em sentido à Vila Yolanda.

Suspeito preso

Por volta das 16h os policiais prenderam um homem que é suspeito de ter participação no crime. A motocicleta dele, uma Honda CBX preta, foi encontrada abandonada em uma estrada rural. Os policiais a encontraram e foram até a casa do suspeito. Este afirmou que teria emprestado o veículo para um rapaz branco e camiseta clara. Os policiais o detiveram por desconfiar que ele tenha participação no crime. O rapaz tem passagens na polícia por roubo.

Mortos e feridos

O corpo do soldado Daniel Leles foi encaminhado ao Instituto Médico-legal (IML) de Campo Mourão, assim como o do criminoso baleado Gilson Vargas.

Leles foi velado na Câmara Municipal de Ubiratã e sepultado na manhã desta segunda-feira (12) no Cemitério Municipal da cidade. Ele deixou uma esposa e um filho de um ano.

O outro policial baleado, Cícero Cleiton, foi levado para o Hospital Santa Casa em Campo Mourão, onde passou por uma cirurgia. Ele se encontra em situação estável e sem risco de morte. O jovem baleado durante a fuga não teve a identidade divulgada. Segundo a Polícia Militar, ele não corre risco de morte.

Buscas

Nesta segunda-feira, policiais de toda a região continuam as buscas para localizar os ladrões que ainda não foram detidos. Segundo a PM, o roubo à residência teria sido efetuado por dois criminosos, mas acredita-se que um outro estava dando cobertura do lado de fora da casa.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »