08/03/2012 às 08h12min - Atualizada em 08/03/2012 às 08h28min

Vereador de Rancho Alegre morre em acidente na PR 160 conduzindo uma ambulância

Socorristas do Corpo de Bombeiros de Cornélio Próprio foram acionados por volta das 21h45 de quarta feira (7), para atenderem a um acidente ocorrido na PR 160

www.anuncifacil.com.br

 

Socorristas do Corpo de Bombeiros de Cornélio Próprio foram acionados por volta das 21h45 de quarta feira (7), para atenderem a um acidente ocorrido na PR 160, na região da Vila Rural em Leópolis, envolvendo uma ambulância do município de Rancho Alegre e uma Carreta de Santo Antonio da Platina,
 
 Chegando ao local os socorristas encontraram o condutor da Paraty/Ambulância, o vereador de Rancho Alegre, Armando Marcon, 64 anos, mais conhecido como “Armandinho” em óbito, não sendo possível iniciar qualquer manobra de ressuscitação. O Motorista do caminhão, Celso Ricardo Arantes, sofreu apenas uma escoriação leve no braço e foi atendido no local.
 
Segundo o condutor da carreta, ele conduzia o caminhão vindo de Leópolis em sentido a Cornélio Procópio e ao passar por um redutor de velocidade, ele percebeu ambulância que trafegava no sentido contrario, mudando de pista, vindo direto em sua direção. Sem condições de evitar o acidente, o caminhoneiro não conseguiu desviar do veículo municipal de transporte de doentes. A ambulância se chocou com a lateral da carreata, capotou e foi parar na lateral da pista.
 
O caminhão estava carregado com 30.000 quilos de carga e trafegava devagar, mas com o impacto entre os veículos, até as a suspensão e o eixo da carreta foram arrancados, juntamente com o pneu, fazendo que o motorista fosse jogado para fora do banco. Presume-se que o vereador tenha tido um mal súbito ou tenha dormindo ao volante, mas a conclusão final do acidente só pode ser revelada pela polícia técnica, após investigações. O condutor do caminhão passou pelo exame do bafômetro, que não acusou nenhuma ingestão de bebida alcoólica. 
 
O Sd.Fernandes da Polícia Rodoviária Estadual também esteve presente no local e como o os socorristas do Corpo de Bombeiros tiveram que espera pelos agentes da Polícia Civil e do IML de Londrina, para liberar a cena do acidente e retirar o corpo de Armandinho das ferragens. 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »