07/03/2012 às 10h02min - Atualizada em 08/03/2012 às 08h28min

Bandeirantes – Em nova operação de revistas nas celas da delegacia pública, polícias encontram vasto material eletrônico, alimentos e drogas

Ação Policial

www.anuncifacil.com.br

Após virar motivo de chacota a nível nacional há poucos dias atrás, por motivos de festas entre presos, que até possuíam uma piscina para se refrescar e levou o afastamento do delegado Alessandro Roberto Luz, a delegacia pública de Bandeirantes (cerca de 32Km de Cornélio Procópio), é novamente alvo de notícias escandalosas.

Desta vez em revistas as celas, policiais civis com a ajuda da PM, acabaram por encontrar em poder dos detentos, 33 aparelhos de celulares, 23 chips de operadoras de telefônia, 29 carregadores de celulares, 411 gramas de maconha, três gramas de crack e cocaína, um projetor multimídia, cinco geladeiras abastecidas com carne e refrigerantes, várias TVs com aparelhos de DVD e vídeo games e diversos outros materiais e equipamentos, entre eles, tesouras, facas e brocas, que segundo a polícia ficaria difícil de relacionar naquele instante.

Pelo que dá a entender os detentos fizeram uma sala de cinema e tinham todo o conforto na sua rotina diária, com boa alimentação e equipamentos eletrônicos disponíveis para o lazer, além de aparelhos celulares para comunicação externa. As drogas encontradas estavam embaladas, indicando que dentro da carceragem existia um livre comércio de substâncias entorpecentes entre os detentos, o que é um absurdo, mas finalmente as regalias acabaram, conforme declarou o comandante da ROTAM, Tenente Berbert. Todo material foi apreendido e apresentado as autoridades policiais e jurídicas para as devidos procedimentos legais.

O novo delegado de Bandeiras estava recebendo denúncias que as mordomias continuavam na delegacia e com esta operação de revistas nas celas, realizada por grande contingente de policiais, acabou pelo menos no momento, a farra dos 70 presos, que vivem em uma carceragem que tem a capacidade para 30 detentos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »