26/01/2011 às 09h46min - Atualizada em 26/01/2011 às 11h04min

UM CRIME POR VINGANÇA EM URAÍ

www.anuncifacil.com.br
Após denúncia anônima que um cidadão por nome de Heverton Rodrigues Caetano vulgo “Butão” de 19 anos, havia desaparecido, Policiais Militares realizaram diligências para averiguação do fato. Após investigação, tomaram conhecimento que “Butão” havia estado no dia (24) após o enterro de Samira- assassinada no último fim de semana) na Praça da Paz em Uraí por volta das 21.30 horas em companhia do Sr Jorge José de Oliveira ( pai e mais três menores dois irmãos e um tio de Samira), onde populares presenciaram uma discussão seguida de briga entre eles. e após o colocaran em um veículo tomando rumo ignorado. De posse dessa informação os Policiais perguntaram a um dos menores que participaram desta briga sobre o paradeiro de “Butão” e o mesmo começou a ficar muito nervoso sendo encaminhado até a Delegacia de Policia para apuração dos fatos. Ao chegar na delegacia os policiais se surpreenderam quando um outro menor (irmão do menor detido) envolvido na briga do dia anterior, adentrou a delegacia querendo saber o motivo da apreensão de seu irmão na delegacia, nesse momento em conversa com os policiais o mesmo confessou que juntamente com seu irmão, seu tio (também menor) e seu pai pegaram Heverton e o levaram para a Ponte sobre o Rio Congonhas no Distrito de Primavera, onde Heverton relatou os nomes dos envolvidos no assassinato da Samira, na sequência, Butão foi esfaqueado no pescoço, rosto, abdômen e nos braços sendo arremessado no Rio Congonhas de cima da ponte. O Sr Jorge se aprensentou na Delegacia de Policia juntamente com seu advogado e foi preso em flagrante, o mesmo esta sendo acusado pelos crimes de homicídio, ocultação de cadáver e cárcere privado. Por volta das 14h a Equipe do Corpo de Bombeiros iniciou as buscas, o corpo de “Butão” foi encontrado as 18h cerca de 600mt do local onde seu corpo foi arremessado. Todos os envolvidos diretamente neste crime estão detidos. O motivo deste homicídio supostamente seria para vingar o assassinato de Samira ocorrido anteriormente e o pivô dos dois crimes provavelmente é o crack. Esteve no local Policiais Militares e o Investigador de Policia da Delegacia de Uraí Eurimar Teixeira que liberou o corpo para a Funerária São Francisco que encaminhou ao IML de Londrina. Por: Elizeth C. V. Tinti
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »