11/06/2010 às 14h10min - Atualizada em 11/06/2010 às 14h10min

Tudo igual na abertura da Copa

Copa da igualdade começa com festa e empate entre África do Sul e México No Soccer City tomado por 84.490 torcedores, donos da casa abrem o placar com golaço de Tshabalala, mas visitantes reagem e fecham em 1 a 1 Foi o roteiro perfeito em uma tarde destinada a entrar para a história. Com o Soccer City apinhado de gente, a África do Sul abriu sua Copa do Mundo com uma festa barulhenta e comovente. Nem a ausência de Nelson Mandela reduziu o clima de euforia no estádio, como se cada um dos 84.490 torcedores tivesse a dimensão exata do que estava acontecendo no gramado. Sim, havia também um jogo no limite daquelas quatro linhas. E até ali dentro tudo foi desenhado para ninguém ir embora de cabeça baixa. O Mundial que celebra a igualdade começou com um empate: 1 a 1 entre os donos da casa e o México. Após um primeiro tempo eufórico nas arquibancadas e morno dentro de campo, Tshabalala abriu o placar para os sul-africanos aos 10 do segundo, com um golaço no contra-ataque, que lhe rendeu o título de melhor da partida, concedido pela Fifa. Os mexicanos, liderados por Giovani dos Santos, responderam com Rafa Márquez, que marcou aos 34 e deu números finais à abertura da Copa. A África do Sul volta a campo no dia 16, às 15h30m (de Brasília), para enfrentar o Uruguai pela segunda rodada. No dia seguinte, o México pega a França, no mesmo horário. (Foto: Editoria de Arte / GLOBOESPORTE.COM)
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »