01/06/2010 às 12h02min - Atualizada em 01/06/2010 às 12h02min

"Armas" nas mãos de Adriano provocam nova polêmica

Jornal O Dia exibe fotos comprometedoras do atacante, que comparece à delegacia para depor

Foto por AE
Prestes a embarcar para a Itália e assinar contrato com a Roma, o atacante Adriano ainda contabiliza novas polêmicas no Rio de Janeiro. A edição desta segunda-feira do jornal carioca  O Dia  publicou fotos do Imperador com fotos em que empunha uma metralhadora ao lado de um amigo. Embora fosse apenas uma brincadeira - as armas seriam na verdade um abajur quebrado e uma pistola de  paintball  do jogador -, as imagens causaram impacto imediato.

O problema maior foi que, em outra foto, Adriano exibiu nas mãos a sigla de uma fação criminosa do Rio de Janeiro. Defendido pelo empresário Gilmar Rinaldi, o ex-camisa 10 do Flamengo presta depoimento na 38ª DP do bairro carioca de Brás de Pina nesta tarde. A presença do atleta na delegacia se deve também às investigações de suspostas transações financeiras entre ele e traficantes da favela de Vila Cruzeiro.

A respeito das imagens divulgadas no jornal O Dia , Gilmar Rinaldi se pronunciou da seguinte forma ao canal SporTV : "No dia 6 de junho de 2007, sofremos tentativas de extorsão por causa destas fotos, que foram tiradas na casa do Adriano, na Itália, e fui na Polícia Federal, onde até hoje corre o processo no Rio de Janeiro. A arma que o Adriano segura é de paintball, não é de verdade. E a outra, dourada, que está com um amigo dele, é um abajur quebrado que ele tinha na Itália.”

Fonte: Jovem Pan Online.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »