27/05/2010 às 12h28min - Atualizada em 27/05/2010 às 12h28min

Sem dancinhas, Santos busca vitória sobre o Bugre

"Meninos da Vila" André e Neymar anotam um gol cada, mas não vibram em resposta a gancho do técnico

Foto por RICARDO SAIBUN/AGIF/AE
O primeiro gol assinalado pelo Santos logo aos 2 minutos de jogo deixou a torcida ansiosa por uma goleada próxima dos 8 a 1 disparados contra o Guarani em abril, pela Copa do Brasil. No entanto, o belo tento de Neymar após lançamento de Paulo Henrique Ganso apenas iludiu a torcida do Peixe, acostumada com grandes exibições dos "Meninos da Vila" em sua casa.

De volta após o gancho tomado por conta de indisciplina antes da rodada do final de semana, o trio de garotos formado por Ganso, Neymar e André foi neutralizado no restante da primeira etapa pela defesa bugrina. Do outro lado, a equipe de Campinas criou as principais chances do duelo até o intervalo e obrigou o goleiro Felipe a realizar uma série de grandes defesas.

Na volta do vestiário, o Guarani voltou com maior poder de decisão. Com raiva, o meia Baiano, ex-Santos, disparou foguete de muito longe e estufou as redes do arqueiro alvinegro no canto esquerdo. A lembrança do suado empate contra o Ceará há duas rodadas foi resgatada na memória do público nas arquibancadas com o vazio de jogadas de criatividade do time santista.

Os donos da casa retomaram o fôlego somente nos minutos derradeiros. Graças à inspiração de Léo, veio a virada. Aos 41, o lateral-esquerdo arrancou para o ataque e cruzou na medida para Marcel, que mergulhou "com gosto" para decretar a reviravolta. Dois minutos depois, o Peixe aproveitou a "cabeça baixa" do valente Guarani para desviar arremate de Fabão e anotar o terceiro.

Ao contrário da costumeira alegria dos "Meninos da Vila", o público não viu as "dancinhas" de seus craques na comemoração dos gols. A apatia é explicada pelo gancho do treinador Dorival Júnior no episódio do atraso após o aniversário de Madson, na última sexta-feira.

Fonte: Jovem Pan Online.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »